Abrir menu principal
Maurício de Oliveira
Informação geral
Nascimento 19 de julho de 1925
Origem Vitória, ES
País  Brasil
Morte 1 de setembro de 2009 (84 anos)
Gênero(s) Clássico, Bossa nova
Instrumento(s) Violão
Período em atividade 19522009
Gravadora(s) Odeon
Musiplay
London
Influência(s) Heitor Villa-Lobos, Ernesto Nazareth

Maurício de Oliveira (Vitória, 19 de julho de 19251 de setembro de 2009) foi um violonista brasileiro.[1]

Em 1967 gravou um álbum pela gravadora Odeon/London interpretando Villa Lobos, contendo os Estudos, Prelúdios e a Suíte Popular Brasileira.

É autor de obras como a Dança do Chico Prego, homenagem ao personagem Capixaba e Canção da Paz.

Em 2006 recebeu o Prêmio Taru.[2]

Apresentou, em 2008, os primeiros sintomas do Mal de Alzheimer, vindo a falecer em Vitória em 1 de setembro de 2009.[3]

Em 2016, recebeu uma homenagem e foi eternizado na sua cidade natal com um monumento em bronze do escultor Fernando Poletti na Praia de Camburi.

DiscografiaEditar

[4]

  • Compacto simples com as músicas Ardiloso e Esplanada - 1952 - 1ª obra gravada por um capixaba
  • Maurício de Oliveira e seu violão - 1960 - Musiplay
  • Um violão e novas emoções - 1960 - Musiplay
  • Hélio Mendes/ Weekend no Rio - 1961 - Gravado no Rio de Janeiro
  • Hélio Mendes/ Weekend em Guarapari - 1961 - Ganhou o Prêmio Euterpe, recebido do governador Carlos Lacerda, no Teatro Municipal do Rio de Janeiro
  • Hélio Mendes e seu Trio Vagalume - 1963
  • Hélio Mendes, seu piano e seu conjunto - 1964 arranjos musicais
  • Hélio Mendes, seu piano e seu conjunto - 1966 arranjos de Maurício
  • Villa-Lobos e o violão/ volume 1 - gravadora London
  • Villa-Lobos e o violão/ volume 2 - gravadora London
  • Violão em tempo de valsa - 1968 - gravadora London
  • O Concerto de violão de Villa-Lobos - 1970 - v
  • Maurício de Oliveira interpreta Dilermando Reis - 1971 - gravadora LondonUFES
  • Canção da Paz - 1972 - gravadora London
  • Maurício de Oliveira interpreta Ernesto Nazareth ao violão - 1980 - Lançado em homenagem aos 50 anos da Fundação Jônice Tristão
  • Maurício de Oliveira Erudito e Popular - 1985
  • Encontro/ Maurício de Oliveira e Ernesto Nazareth - 2000 - Disco promocional

BiografiasEditar

  • O Pescador de Sons, vida e a obra do violonista capixaba Maurício de Oliveira; Marien Calixte (jornalista e escritor).[5]
  • Maurício de Capixaba Oliveira Pescador de Sons, filme de Cloves Mendes.[6]
  • O Violão Brasileiro, Progtama apresentado pelo violonista Fabio Zanon na Rádio Cultura FM.[7]

Referências