Mega Man 8

jogo eletrônico de 1996 desenvolvido pela Capcom

Mega Man 8 (por vezes referido como Mega Man 8 Anniversary Edition),[4] conhecido no Japão como Rockman 8: Metal Heroes (ロックマン8: メタルヒーローズ Rokkuman 8: Metaru Hīrōzu?), é um jogo eletrônico de ação-plataforma desenvolvido e publicado pela Capcom. É o oitavo título da série Mega Man, e foi lançado inicialmente no Japão em 1996 para PlayStation. No ano seguinte, foi lançado para Sega Saturn, localizado para os dois consoles na América do Norte, e apenas para regiões PAL para PlayStation. É o primeiro jogo da série disponibilizado em consoles de 32 bits.[3]

Mega Man 8
Capa norte-americana
Desenvolvedora(s) Capcom
Publicadora(s) Capcom[a]
Diretor(es) Hayato Kaji
Produtor(es) Keiji Inafune
Artista(s) Hideki Ishikawa
Shinsuke Komaki
Compositor(es) Shusaku Uchiyama
Série Mega Man
Plataforma(s) PlayStation
Sega Saturn
Lançamento PlayStation
  • JP 17 de dezembro de 1996[2]
Sega Saturn
  • JP 17 de janeiro de 1997[2]
Gênero(s) Ação
Plataforma
Modos de jogo Um jogador
Mega Man 7
Mega Man & Bass

Mega Man 8 foi dirigido por Hayato Kaji e produzido por Keiji Inafune, que já haviam trabalhado na série como artistas.[2] A trama segue o protagonista Mega Man quando ele é convocado para investigar uma leitura de energia proveniente de um recente acidente de meteoro em uma ilha. Mega Man descobre que seu inimigo Dr. Wily fugiu com a fonte de energia e parte para impedir os planos malignos de Wily de usar a energia e descobrir o propósito de um misterioso robô alienígena encontrado no local do acidente.[5]

Mega Man 8 apresenta gráficos e som aprimorados quando comparados aos títulos anteriores da série, bem como novos vídeos animados em full motion (FMVs) e dublagem.[6] Além de algumas convenções menores, o jogo utiliza a mesma fórmula de rolagem lateral e plataforma 2D estabelecida por seus antecessores no NES e Super NES.[7] O jogo recebeu uma recepção moderadamente positiva.[8][9] Muitos revisores apreciaram a sua estética e as qualidades de jogabilidade quando comparados aos seus antecessores, mas vários outros críticos ficaram descontentes com a falta de inovação e sentiram que o título não utilizou todo o potencial das plataformas de 32 bits.[10][4][11][12] Além disso, a versão em inglês do jogo recebeu críticas consideráveis ​​por sua dublagem, que foi percebida por muitos como sendo de baixa qualidade.[13][14][15] O jogo teve um desempenho comercial moderado e foi relançado em linhas de best-sellers no Japão e na América do Norte.[16][17][18]

Mega Man 8 foi sucedido por Mega Man & Bass, um jogo spin-off de 1998 para o Super Famicom que reutilizou vários recursos e personagens do jogo.[19] Uma sequência da série principal, Mega Man 9, foi lançada em 2008 e voltou ao estilo gráfico e de jogabilidade dos primeiros jogos lançados no NES.[20]

Notas

  1. A Capcom publicou o jogo no Japão e na América do Norte, enquanto que a Infogrames o publicou na Europa.[1]

Referências

  1. a b Lomas, Ed (outubro de 1997). «Mega Man 8». EMAP. Computer and Video Games (191): 81. ISSN 0261-3697 
  2. a b c Mega Man: Official Complete Works. [S.l.]: Udon Entertainment. 6 de janeiro de 2010. pp. 52–9. ISBN 978-1-897376-79-9 
  3. a b c «Mega Man Celebrates Tenth Birthday With 32-Bit Bang» (Nota de imprensa). Capcom. Janeiro de 1997. Consultado em 10 de abril de 2010. Arquivado do original em 16 de junho de 1997 
  4. a b Gerstmann, Jeff (1 de abril de 1997). «Mega Man 8 Anniversary Edition Review for PlayStation». GameSpot. CBS Interactive. Consultado em 14 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 5 de março de 2010 
  5. Capcom (dezembro de 1996). Mega Man 8. PlayStation. Capcom 
  6. Inafune, Keiji (1997). «Rockman 10th Anniversary Celebration Plans». Capcom. CFC Style Fan-Book (em japonês). 3: 24 
  7. «Review Crew: Mega Man 8». Electronic Gaming Monthly (95). Ziff Davis. Junho de 1997. p. 43 
  8. «Mega Man 8 Sega Saturn review score». GameRankings. Arquivado do original em 5 de maio de 2016 
  9. «Mega Man 8 PlayStation review score». GameRankings. Arquivado do original em 3 de maio de 2016 
  10. «Review – Mega Man 8». Game Informer (47). Sunrise Publications. Fevereiro de 1997. ISSN 1067-6392. Arquivado do original em 13 de setembro de 1999 
  11. «Mega Man 8». IGN. 31 de março de 1997. Consultado em 14 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 21 de fevereiro de 2009 
  12. The Rookie (abril de 1997). «PlayStation ProReview: Mega Man 8». GamePro (103). IDG Communications. p. 81. ISSN 1042-8658 
  13. «The Good, the Bad, and the Silly: Worst Voice Acting». Electronic Gaming Monthly (1998 Buyer's Guide). Ziff Davis. p. 18. ISSN 1058-918X 
  14. IGN News; Features Team (15 de outubro de 2007). «Most Frightening Game Speak Ever». IGN. Consultado em 10 de abril de 2010. Arquivado do original em 14 de dezembro de 2010 
  15. Bendixsen, Stephanie (3 de maio de 2010). «5-Up: Worst Voice Acting». Good Game. Australian Broadcasting Corporation. Consultado em 25 de fevereiro de 2012. Cópia arquivada em 19 de maio de 2010 
  16. «Annual Report 1997» (PDF). Capcom. 1998. Consultado em 11 de abril de 2010. Arquivado do original (PDF) em 10 de março de 2013 
  17. «ロックマン8 メタルヒーローズ PlayStation® the Best for Family» [Rockman 8: Metal Heroes PlayStation® the Best for Family] (em japonês). Sony Computer Entertainment. Consultado em 6 de março de 2012. Arquivado do original em 12 de dezembro de 2013 
  18. «名作たちの逆襲 サタコレ(SEGASATURN COLLECTION)» (em japonês). Sega. Consultado em 11 de abril de 2010. Arquivado do original em 15 de agosto de 2001 
  19. Cordon, Ivan (agosto de 1998). «Ação/Super NES Rockman & Forte». Ação Games (130). Brasil: Editora Abril. p. 22 
  20. Moriarty, Colin (22 de janeiro de 2008). «Mega Man 9 Walkthrough & Strategy Guide». GameSpy. IGN. Consultado em 11 de abril de 2010. Cópia arquivada em 11 de julho de 2011 
  Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.