Abrir menu principal
Metro de Baku
Bakı Metropoliteni
Baku Subway logo.jpg
Informações
Local Baku
Tipo de transporte Metropolitano
(Metropolitano Subterrâneo)
Número de linhas 3
Número de estações 25
Tráfego 608 200 por dia (em média)[1]
Chefe executivo Taghi Ahmadov
Website Metro de Baku
Funcionamento
Operadora(s) Bakı Metropoliteni
Dados técnicos
Headway 5 min.
Extensão do sistema 36,7 km
Bitola 1 520 mm (4 ft 11+56 in) (Bitola russa)
Mapa da Rede

Baku Metro map 2016.jpg

O Metro de Baku (em azeri: Bakı Metropoliteni) é o sistema de metropolitano que opera na cidade de Baku, capital do Azerbaijão. Foi inaugurado em 1967; foi construído ainda durante a URSS e foi a primeira rede de metro da República Socialista Soviética do Azerbaijão, e à semelhança de outros metropolitanos soviéticos, as suas estações são muito ornamentadas.

HistóriaEditar

Nos anos 30, o alto desenvolvimento industrial e o aumento da população da cidades fizeram dela uma das maiores e mais importantes do Cáucaso. Seguindo o exemplo de Moscovo e Leningrado (actualmente São Petersburgo), foi decidido em 1932 que o meio de transporte mais conveniente às necessidades da cidade em pleno desenvolvimento era o metropolitano, que aumentaria a mobilidade das pessoas e diminuiria o tráfego das ruas de Baku.


À semelhança de outras cidades da URSS, os planos ficaram em suspenso devido à Segunda Guerra Mundial, para a qual foi canalizado todo o capital disponível. Após a guerra foi retomada a ideia de construir um metro em Baku, e em 1947 o projecto foi aprovado. A primeira linha tinha um comprimento aproximado de 10 km, e abriu a 6 de novembro de 1967. Um ano mais tarde, em 1968, foi construído um novo troço de linha com 2,2 km entre as estações de 28 de Maio e Şah İsmail Xətai. Um novo troço entre as estações de Nəriman Nərimanov e Neftçilər foi construído para servir os subúrbios da cidade. A rede prolongou-se para nordeste a partir da estação de Nizami Gəncəvi em 1976. A construção de estações avançou a ritmo apressado e até 1986 a rede tinha já a configuração actual.

Depois da queda da URSS não houve nenhuma alteração no metro de Baku; as limitações económicas não permitiram que as obras prossiguissem. Espera-se um investimento da União Europeia de vários milhões de euros para ajuda no desenvolvimento da rede. Nos últimos anos foram de adversidades para o metro e para o seu funcionamento, nomeadamente o facto de terem ocorrido dois atentados terroristas, um em 1994 e outro em 1995 (oficialmente foi um atentado, mas até hoje ainda não foi confirmado).

Em 2015, o sistema levou a um total de 608 200 pessoas por dia em 228 vagões de metrô.[1]

Rede do Metro de BakuEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b «Ötən il Bakı metrosu ilə 222 mln. sərnişin daşınıb.». Apa.az. Azəri Press Agentliyi (APA). 21 de janeiro de 2016. Consultado em 26 de setembro de 2016. Arquivado do original em 7 de agosto de 2016  (em azeri)

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Metro de Baku