Miami United Football Club

O Miami United Football Club (mais conhecido simplesmente como Miami United, e popularmente pelo apelido de Jerseys) é uma agremiação futebolística estadunidense com sede na cidade de Miami. Tem como suas cores tradicionais o branco, o azul e o rosa e como seu maior rival esportivo o Miami Fusion. Atualmente disputa a National Premier Soccer League.

Miami United
Nome Miami United Football Club
Alcunhas Jerseys
Fundação 11 de outubro de 2012 (11 anos)
Estádio Flamingo Park
Capacidade 3 000 pessoas
Localização Miami Beach, Flórida,  Estados Unidos
Mando de jogo em Ted Hendricks Stadium
Capacidade (mando) 10 000 pessoas
Presidente Itália Roberto Saccà
Treinador(a) Venezuela Ricardo Páez
Patrocinador(a) Itália Garman
Itália GaGa Milano
Competição National Premier Soccer League
Website [1]

História editar

A fundação editar

O Miami United foi fundado em 2012 pelo italiano Roberto Saccà com a intenção de reunir a comunidade que gosta de futebol na cidade.

2013 editar

A estreia oficial foi na National Premier Soccer League em 4 de maio de 2013, o Miami United bateu o Cape Coral Hurricanes por 3 a o pela Conferência Sunshine, que tinha outros três adversários. Após oito rodadas, o clube somou 11 pontos (3 vitórias, 2 empates, 3 derrotas) e terminou no terceiro lugar, atrás de Jacksonville United (classificado aos playoffs), que teve 20 pontos, e Georgia Revolution, com 14.

2014 editar

Na segunda temporada, o Miami United passou invicto pela chave com 24 pontos em dez rodadas (7 vitórias, 3 empates, 0 derrotas), quatro de vantagem para o Jacksonville United. Assim, avançou para a fase final, ganhando do Storm por 2 a 1 e ficando com o título do grupo ao superar o Tampa Marauders por 3 a 2 na final.

Na fase decisiva da National Premier Soccer League, o time mediu forças com o Chattanooga, campeão da Conferência Sudeste. Mesmo atuando em casa, o Miami acabou sendo eliminado ao perder por 2 a 0. Apesar da derrota para o Chattanooga, o clube se classificou para a Copa dos Estados Unidos de 2015 por ter ficado em primeiro lugar na Conferência Sunshine.

Após a NPSL, o Miami United disputou amistosos com os clubes italianos Catania, Brescia e Novara. Venceu dois dos três jogos.

2015 editar

Na temporada 2015, o Miami United jogou em janeiro, contra o campeão da Copa Libertadores da América de 2014 San Lorenzo de Almagro, a partida mais importante da sua curta história, mas pela National Premier Soccer League ficou distante do Miami Fusion, perdendo quatro das dez partidas disputadas e ficando com 18 pontos, sete atrás do adversário. O time de Miami Beach ainda jogou pela primeira vez a Copa dos Estados Unidos. Na primeira fase do torneio de mata-mata, a equipe passou pelo SW Florida Adrenaline, também da NPSL, por 2 a 1 em casa, com Sérgio Manoel no comando. Na etapa seguinte, porém, derrota de 1 a 0 para o Charleston Battery, da United Soccer Leagues Professional Division.

Na Primavera de 2015, anunciou uma parceria com os clubes Marítimo, de Portugal, e Osaka, do Japão.

2016 editar

Em janeiro de 2016, o Miami United anunciou uma parceria com o HBO Tokyo, do Japão, e fechou com o meia Julio César de León, conhecido por Rambo, e com Adriano, o Imperador.[1][2][3]

Estatísticas editar

Competição Temporadas Melhor campanha Estreia Última P   R  
  NPSL 4 Southern Regional (2014) 2013 2016
Lamar Hunt U.S. Open Cup 1 Segunda fase (2015) 2015 2015

Referências

  1. «MUFC and HBO Tokyo» (em inglês). Site oficial do Miami United Football Club. 5 de janeiro de 2016. Consultado em 4 de maio de 2016 
  2. «Julio César de León» (em inglês). Site oficial do Miami United Football Club. 22 de janeiro de 2016. Consultado em 4 de maio de 2016 
  3. «Adriano joins Miami United FC!» (em inglês). Site oficial do Miami United Football Club. 29 de janeiro de 2016. Consultado em 17 de fevereiro de 2016 

Ligações externas editar