Michałowo

Michałowo (em bielorrusso: Міхалова, Michałova) é um município da Polônia, na voivodia da Podláquia, condado de Białystok e sede da comuna de Michałowo. Estende-se por uma área de 2,1451 km², com 3 107 habitantes, segundo os censos de 2016, com uma densidade de 1 445,1 hab./km².[1][2]

Michałowo
Michałowo
POL gmina Michałowo COA.svg
Michalowice glowna ulica.jpg
Rua principal de Michałowo
Voivodia Podláquia
Powiat Białystok
Gmina Michałowo
Área 2,1451 km²
População (2016) 3 107[1][2] habitantes
Densidade 1445,1 hab/km²
Código telefônico +48 85
Matrículas de automóveis BIA
Localização
Localização de Michałowo na Polónia 53° 02' 12,60" N 23° 36' 16,00" E
Cidade da Polónia Flag of Poland.svg

Entre 1975 e 1998, a cidade pertenceu administrativamente à voivodia de Białystok.

O rio Supraśl, um afluente do Narew flui pela cidade.

HistóriaEditar

Originalmente, as casas e propriedades de Niezbudka estavam localizadas nessa área, às vezes referida como Niezbudek.[3][4][5]

O nome Michałowo deriva de Seweryn Michałowski, herdeiro do já mencionado proprietário e fundador de uma colônia de fazendas na margem direita do rio Supraśl em 1832. Em 1860, já havia quatro fábricas de tecidos aqui - a maior delas de Michałowski; além de Brauer, Konitz e Moritz. 650 funcionários trabalhavam nessas fábricas.[6] Os alemães predominavam na população,[4] e os judeus eram um grande grupo. As ruínas de seu cemitério na estrada para Białystok sobreviveram até os dias atuais. Em 1865, a área circundante tornou-se propriedade da família von Minkwitz[3] depois que Michałowski foi enviado à Sibéria por ajudar na Revolta de Janeiro.

Até a Primeira Guerra Mundial, ela era um importante centro da indústria têxtil.[7] Em 1915, devido à aproximação da frente de combate à periferia oriental da Polônia moderna, as autoridades czaristas ordenaram a evacuação das fábricas da vizinhança de Białystok. A maioria dos equipamentos da fábrica de Michałów foi carregada em trens e levada para Moscou. Com o equipamento, muitos trabalhadores e suas famílias deixaram a área.

Em 1941, os alemães criaram um gueto para a população judaica em Michałów. Ocupou a área em torno das ruas Sienkiewicza, Gródecka, Leśna e Fabryczna.[8] Cerca de 1,5 mil judeus passaram pelo gueto.[8] Ele foi liquidado em 2 de novembro de 1942 e seus habitantes foram deportados para um campo de trânsito em Bialystok.[8] De lá, os judeus de Michałów foram levados e assassinados no campo de extermínio de Treblinka.[9] Durante a ocupação alemã, Michałów foi administrada pelo famoso chefe da crueldade, Paul Malzer, apelidado de 'Sangrento'. Ele foi julgado e condenado à morte após a guerra em Bialystok.

Uma fazenda agrícola estatal operou em Michałowo.[10]

Nos anos de 1948 a 1950, o pessoal do 17.º Batalhão de Proteção de Fronteiras estava estacionado aqui e, em 1951, o 224 Batalhão de Guarda de Fronteira.

A cidade recebeu os direitos de cidade em 1 de janeiro de 2009.[11]

DemografiaEditar

De acordo com o censo de 1921, a cidade era habitada por 2 176 pessoas, incluindo 458 católicos romanos, 534 ortodoxos, 291 evangélicos, 887 judeus e 6 outros. Ao mesmo tempo, 873 habitantes declararam nacionalidade polonesa, 129 bielorrussa, 251 alemã, 782 judia e 141 outras. Havia 288 edifícios residenciais aqui.[12]

Pirâmide etária dos residentes de Michałów em 2014.[13]
 

EducaçãoEditar

 
Ensino fundamental e médio
 
Igreja ortodoxa de São Nicolau
 
Igreja da Providência de Deus
  • Jardim da infância
  • Escola primária Władysław Syrokomla combinada com a escola secundária Dr. Leszek Nosa
  • O Complexo Escolar de Michałów existe desde 1947 e consiste em:
    • Escola Secundária Técnica (técnico em mecânica, economia);
    • Escola pós-secundária (técnico em TI);
    • Ensino Médio;
    • II Ensino Médio para Adultos;
    • Ensino médio complementar para adultos;
    • Escola Secundária Técnica Complementar para Adultos.

Monumentos históricosEditar

  • Disposição urbanística,
  • Cemitério,
  • Igreja paroquial da Providência de Deus
  • Cemitério da igreja
  • Igreja ortodoxa de madeira de São Nicolau

TemplosEditar

  • Igreja paroquial da Providência de Deus (1909)
  • Igreja ortodoxa paroquial de São Nicolau (1908)

Inexistente

Comunidades religiosasEditar

  • Igreja católica romana:
    • Paróquia da Providência de Deus (igreja da Providência de Deus)
  • Igreja Ortodoxa Polonesa:
    • Paróquia de São Nicolau (igreja de São Nicolau)
  • Testemunhas de Jeová:
    • Salão do Reino

Referências

  1. a b «Michałowo (Podláquia) mapas, imobiliário, GUS, acomodações, escolas, região, atrações, códigos postais, desemprego, salário, ganhos, educação, tabelas, demografia, jardins de infância». Polska w liczbach (em polonês). Consultado em 24 de dezembro de 2019 
  2. a b GUS. «Área e população no perfil territorial em 2016». stat.gov.pl (em inglês). Consultado em 14 de janeiro de 2020 
  3. a b Słownik geograficzny Królestwa Polskiego i innych krajów słowiańskich, Tom XV cz.2 - wynik wyszukiwania - DIR. [S.l.: s.n.] 
  4. a b Słownik geograficzny Królestwa Polskiego i innych krajów słowiańskich, Tom VII - wynik wyszukiwania - DIR. [S.l.: s.n.] 
  5. Słownik geograficzny Królestwa Polskiego i innych krajów słowiańskich, Tom VI - wynik wyszukiwania - DIR. [S.l.: s.n.] 
  6. W tym: 150 obcokrajowców, 452 ewangelików.
  7. 45 zakładów, 720 zatrudnionych.
  8. a b c Pilichowski, Czesław; Główna Komisja Badania Zbrodni Hitlerowskich w Polsce; Rada Ochrony Pomników Walki i Męczeństwa (Polônia); DSP) (1979). Obozy hitlerowskie na ziemiach polskich 1939-1945 : informator encyklopedyczny. Varsóvia: Państ. Wydaw. Naukowe. OCLC 5709074 
  9. Arad, Yitzhak, 1926- (1999, ©1987). Belzec, Sobibor, Treblinka : the Operation Reinhard death camps. Bloomington, Ind.: Indiana University Press. OCLC 45729008  Verifique data em: |data= (ajuda)
  10. «Rozporządzenie Rady Ministrów z dnia 9 lipca 1990 r. w sprawie ustalenia wykazu przedsiębiorstw państwowych i jednostek organizacyjnych, których mienie nie podlega komunalizacji.». isap.sejm.gov.pl. Consultado em 22 de junho de 2020 
  11. «Rozporządzenie Rady Ministrów z dnia 28 lipca 2008 r. w sprawie ustalenia granic niektórych gmin i miast oraz nadania miejscowościom statusu miasta». isap.sejm.gov.pl. Consultado em 22 de junho de 2020 
  12. Skorowidz miejscowości Rzeczypospolitej Polskiej: opracowany na podstawie wyników pierwszego powszechnego spisu ludności z dn. 30 września 1921 r. i innych źródeł urzędowych. [S.l.: s.n.] 1924. 16 páginas 
  13. «Michałowo (podlaskie) » mapy, nieruchomości, GUS, noclegi, szkoły, regon, atrakcje, kody pocztowe, wynagrodzenie, bezrobocie, zarobki, tabele, edukacja, przedszkola, demografia». Polska w liczbach (em polonês). Consultado em 22 de junho de 2020 

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Michałowo
  Este artigo sobre Geografia da Polónia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.