Abrir menu principal
Como ler uma infocaixa de taxonomiaCorvo-marinho coronado
Crowned Cormorant, Phalacrocorax coronatus.jpg
Estado de conservação
Quase ameaçada
Quase ameaçada (IUCN3.1) Lista Vermelha da IUCN (em inglês)Microcarbo coronatus Acedido em 10 de dezembro de 2014.
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Suliformes
Família: Phalacrocoracidae
Gênero: Microcarbo
Espécie: M. coronatus
Nome binomial
Microcarbo coronatus
Wahlberg, 1855
Sinónimos
Phalacrocorax coronatus

O Corvo-marinho coronado (Microcarbo coronatus)[1][2] é uma espécie de ave suliforme da família Phalacrocoracidae endêmica das águas da fria corrente de Benguela na África austral. É uma espécie exclusivamente costeira e não pode ser encontrada a mais de 10 km de distância da terra. É relacionado com o cormorão africano (Microcarbo africanus) e antes eram considerados da mesma espécie.

Índice

DistribuiçãoEditar

É encontrada do cabo das agulhas na África do Sul ao longo da costa da África do Sul até Swakopmund em Namíbia. Sua população está entre 2500 e 2900 casais reprodutores. Reproduzem-se em pequenos grupos, sendo as colônias formadas tipicamente por menos de 150 indivíduos. ninhos dessa ave coletados por pesquisadores mostram que seus exemplares juvenis podem distanciar-se até 277 km dos ninhos, e os adultos podem deslocar-se mais de 500 km das áreas de nidificação.

DescriçãoEditar

Mede entre 50 e 55 cm de comprimento. As aves adultas são pretas com uma pequena crista na cabeça e uma mancha vermelha facial.As aves jovens são marrom-escuras por cima, marrom-pálidas embaixo e não possuem crista. Elas podem ser distinguidas dos biguás africanos jovens por sua plumagem escura e cauda mais curta.

ComportamentoEditar

Alimenta-se de peixes e invertebrados de movimento lento, que capturam em águas costeiras rasas e florestas de algas. Constroem seus ninhos com algas, paus e ossos e os cobrem com algas ou penas. O ninho é construído geralmente em locais elevados, tais como pedras, árvores ou estruturas feitas pelo homem, mas também pode ser construído no chão.

Estado de conservaçãoEditar

As ameaças à espécie incluem a predação de ovos e filhotes por gaviotões e pelicanos brancos, perturbação humana, derramamentos de petróleo e as atividades ligadas à pesca comercial, incluindo o emaranhamento emlixo marinho e em instrumentos de pesca.

Referências

  1. «Cormorán Coronado (Microcarbo coronatus) (Wahlberg, 1855)» (em espanhol). avibase. Consultado em 10 de dezembro de 2014 
  2. Bernis, Francisco; Eduardo de Joana, Joseph Del Hoyo, Xavier Ferrer, Manuel Fernández Cruz, Ramón Sáez-Royuela, Jordi Sargatal (1994). «Nombres en castellano de las aves del mundo recomendados por la Sociedad Española de Ornitología (Primera parte: Struthioniformes-Anseriformes)» (pdf). Seo BirdLife (em espanhol). Ardeola. Consultado em 12 de dezembro de 2014 

BibliografiaEditar

  • Ian Sinclair, Phil Hockey and Warwick Tarboton, SASOL Birds of Southern Africa (Struik 2002) ISBN 1-86872-721-1
  • Johnsgard, Paul A. (1993). Cormorants, Darters, and Pelicans of the World. Washington. [S.l.]: Smithsonian Institution Press. pp. 152–155. ISBN 1-56098-216-0 

Ligações externasEditar

O Wikispecies tem informações sobre: Microcarbo coronatus