Mieczysław Niedziałkowski

político polaco

Mieczysław Niedziałkowski (Vilnius, 19 de setembro de 1893 — Palmiry, 21 de junho de 1940) foi um político e escritor polonês. Ele foi um ativista do Partido Socialista Polonês, editor-chefe do Robotnik, e um dos primeiros ativistas e cofundadores da aliança Centrolew. Ele publicou várias obras sobre o socialismo e a política polonesa. Ele participou da Batalha de Varsóvia de 1939, organizando as milícias voluntárias. Ele foi posteriormente preso e interrogado pela Gestapo, e acabou sendo executado em 21 de junho de 1940 em Palmiry durante a AB-Aktion alemã.[1]

Mieczysław Niedziałkowski
Dados pessoais
Nascimento 19 de setembro de 1893
Vilnius, Lituânia
Morte 21 de junho de 1940
Palmiry, Polónia
Nacionalidade polaco
Partido Partido Socialista Polonês
Lápide de Niedziałkowski

Depois de ser preso pela Gestapo, Niedziałkowsk foi pessoalmente interrogado por Heinrich Himmler.

Referências

  1. «Mieczysław Niedziałkowski». BNF (em inglês). Consultado em 5 de outubro de 2020 
  • Niemyski St., W redakcji "Robotnika" w: PPS. Wspomnienia z lat 1918-1939, Warszawa 1987
  • Woszczyńska St., O Mieczysławie Niedziałkowskim w: PPS. Wspomnienia z lat 1918-1939, Warszawa 1987
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Mieczysław Niedziałkowski
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.