Minamoto no Kaneakira

sadaijin

Minamoto no Kaneakira (兼明親王 também conhecido como Saki no Chūsho Ō, 914 - 987?), membro da Família Imperial em meados do período Heian,importante poeta kanshi, destacado calígrafo e destacado ensaísta em sua época. [1]

Minamoto no Kaneakira
Minamoto no Kaneakira
Nascimento 914
Heian-Kyo
Morte 21 de outubro de 987
Progenitores
  • Daigo
  • Fujiwara no Yoshihime
Filho(a)(s) Minamoto no Koretada
Irmão(ã)(s) Kinshi-naishinnō, Enshi-naishinnō, Senshi-naishinnō, Kōshi-naishinnō, Kyōshi-naishinnō, Keishi-naishinnō, Seishi-naishinnō, Eishi-naishinnō, Gashi-naishinnō, Shōshi-naishinnō, Yoakira-shinnō, Yasuakira-shinnō, Yoshiakira-shinnō, Minamoto no Yoriakira, Minamoto no Takaakira, Moriakira-shinnō, Shigeakira-shinnō, Ariakira-shinnō, Suzaku, Murakami, Noriakira-shinnō
Ocupação calígrafo, Sadaijin

História editar

Kaneakira foi o décimo-sexto filho do Imperador Daigo com Fujiwara no Shuhime (filha de Fujiwara no Sugane) [2] e irmão mais novo dos imperadores Suzaku e Murakami. [1] Em 932 ao atingir a maturidade sofre o protocolo de Shinseki kōka (臣籍降下 しんせきこうか?), pelo qual deixa de ter o status de realeza e passa a ser categorizado como Jushii (従四位 quarto escalão inferior?). É nomeado Harima Gonmori (Assistente de Governador da Província de Harima) e Major da Guarda do Palácio.

Em 944 é nomeado Sangi, e desde então foi progressivamente elevando seu cargo para Assistente de Chūnagon, Chūnagon e Dainagon, obtendo nesta época a classificação de Junii (segundo escalão). Em 971 é nomeado Sadaijin durante o reinado do Imperador En'yu.

Em 975, Kaneakira construiu seu refúgio domiciliar no local onde esta localizado o atual complexo do templo Tenryū-ji (天龍寺) para homenagear o sagrado Monte Kameyama ("Montanha da Tartaruga"). [3] . Passeava constantemente pela floresta de bambu, as estacas circunvizinhas de bambu talvez estimulassem Kaneakira a experimentar poeticamente a área ao redor da Montanha da Tartaruga, tão bonita auricularmente quanto visualmente. O som é proeminente na experiência da grama de bambu amplificada pelos troncos ocos. [4]

Em 977 por um Decreto Imperial Kaneakira é reconduzido a Família Imperial tornando-se novamente Shin'nō (Principe real) depois de 45 anos. [2] Em 978 é remanejado para o Chūmukyō (Ministério de Assuntos Internos). [5] Em 986 renuncia ao gabinete. Vindo a falecer no ano seguinte.

Há histórias sobre Kaneakira no Gōdanshō (Conversas do Clã Ōe) e no Eiga monogatari (Contos de Glória, início do século XI). [1]

Precedido por
Fujiwara no Arihira
29º Sadaijin
(971 - 977)
Sucedido por
Fujiwara no Yoritada



Referências

  1. a b c Rabinovitch, Judith N. (2005). Dance of the butterflies:. Chinese poetry from the Japanese court tradition (em inglês). [S.l.]: East Asia Program, Cornell University, p.241-242. ISBN 9781885445353 
  2. a b Okada, Richard H. (31 de outubro de 1991). Figures of Resistance: Language, Poetry, and Narrating in The Tale of the Genji and Other Mid-Heian Texts (em inglês). [S.l.]: Duke University Press, p.279. ISBN 0822381729 
  3. Katō, Sadahisa; (III.), Stanley J. Szwalek (2003). Revealing the Japanese Garden:. A Cross-cultural Analysis of the Design of Four Representative Kamakura and Muromachi Period Zen Temple Gardens (em inglês). [S.l.]: University of Michigan, p. 44 
  4. Johnson, Norris Brock (10 de julho de 2012). Tenryu-ji: Life and Spirit of a Kyoto Garden (em dinamarquês). [S.l.]: Stone Bridge Press, p. 52. ISBN 9781611725261 
  5. Rabinovitch. Dance of the butterflies. [S.l.]: p.143 
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.