Minamoto no Makoto

Minamoto no Makoto ( 源信 também conhecido como Kitabe no daijin ?, 810 - 868), foi um nobre do Período Heian da história do Japão.[1]

Minamoto no Makoto
源信
Minamoto no Makoto
源信
Sadaijin
Dados pessoais
Nascimento 810
Morte 13 de fevereiro de 868 (58 anos)
linkWP:PPO#Japão

Makoto foi o sétimo filho do imperador Saga, e foi o primeiro a quem foi dado o nome Minamoto . Inicialmente o nome Minamoto era honorífico dado aos filhos dos imperadores que não tinham condições de almejar ao trono. Makoto, era irmão do Imperador Nimmyo, de Minamoto no Tokiwa e de Minamoto no Tōru. Recebeu o nome de Minamoto em 814 e se tornou o primeiro de seus lideres.[2]

CarreiraEditar

Makoto serviu os seguintes imperadores: Junna (826 - 833); Nimmyo (833 - 850); Montoku (850 - 858) e Seiwa (858 - 868)

Makoto entrou para a corte em 826, durante o reinado do Imperador Junna, sendo nomeado para o Kurōdodokoro. Em 831 foi nomeado Harima Gonmori (governador da Província de Harima).

Em 839, já no governo do Imperador Nimmyo Makoto foi promovido a Sangi. Após o Incidente Jowa em 842 sua carreira política teve uma rápida ascensão neste ano foi promovido a Chūnagon e em 848 a Dainagon.

Em 857, durante o governo do Imperador Montoku, foi promovido a Sadaijin na vaga deixada por seu irmão Tokiwa em 854.

Em 866, no reinado do Imperador Seiwa, Makoto foi acusado por seu rival o Dainagon Tomo no Yoshio de incendiar o portão principal (Ōtemmon) do Palácio Imperial, um dos exemplos mais famosos das intrigas palacianas do período Heian. Este episódio passou a ser conhecido como o Incidente Ōtenmon (応天門の変, Ōtemmon no Hen).[3] Por sorte com a ajuda de suas poderosas conexões na corte, Makoto conseguiu provar sua inocência. Mais tarde foi descoberto que o próprio Yoshio iniciou o incêndio.[4]

Makoto veio a falecer em 868 vitima de um acidente na corrida de cavalo que estava participando.[5]

Precedido por
Minamoto no Tokiwa
15º Sadaijin
(857 - 868)
Sucedido por
Minamoto no Tōru



Referências

  1. Berend Wispelwey, Japanese Biographical Index (em inglês) Walter de Gruyter, 2004 p. 513 ISBN 9783110947984
  2. Herbert E. Plutschow, Japan's Name Culture: The Significance of Names in a Religious, Political and Social Context (em inglês) Psychology Press, 1995 p. 103 ISBN 9781873410424
  3. Louis-Frédéric Nussbaum, Japan Encyclopedia (em inglês) Harvard University Press, 2002 p. 763 ISBN 9780674017535
  4. William H. McCullough, The Cambridge History of Japan, Volume 2 (em inglês) Cambridge University Press, 1988 p. 50 ISBN 9780521223539
  5. McCullough, The Cambridge History of Japan, Volume 2 p. 402