Minamoto no Yorimasa

Minamoto no Yorimasa
Nascimento 1106
Morte 20 de junho de 1180 (74 anos)
Cidadania Japão
Ocupação poeta, escritor, militar
Causa da morte esfaqueamento

Minamoto no Yorimasa (源頼政? 1106-1180), também conhecido como Gensanmi (源三位 ?), foi um samurai do Clã Minamoto, e o comandante dos exércitos do clã no inicio das Guerras Genpei [1]. Seu suicídio por seppuku é famoso, e é considerado como quem iniciou esta prática.

BiografiaEditar

Mais poeta que guerreiro, Yorimasa se esforçou-se ao longo de sua vida em se manter a margem das lutas que opuseram durante décadas os clãs Minamoto e Taira, e evitou escolher uma das posições, chegando inclusive a ser amigo de Taira no Kiyomori. Durante a Rebelião Heiji em 1160, tomou partido pelo Imperador Go-Shirakawa como já fizera em 1156 na Rebelião Hōgen, fez o possível para inclinar a balança a favor dos Taira e permitir-lhes depor os Minamoto.

Entretanto, quando se retira oficialmente do serviço no seio do exército de Kiyomori em 1179, começa a mudar de opinião sobre o fato de se opor ao seu próprio clã, principalmente depois que as relações entre Go-Shirakawa e Kiyomori se tornaram tensas a ponto de Kiyomori prender o imperador ancião, provocando uma forte oposição anti-Taira [1].

Em 21 de março de 1180, Kiyomoriinstala no trono imperial seu neto Antoku de dois anos, depois da abdicação do Imperador Takakura. O Príncipe Mochihito, filho de Go-Shirakawa, despojado de seu direito ao trono, é incentivado por Yorimasa a lançar em 5 de maio um chamado às armas das diversas famílias samurais, assim como os Sohei(monjes-guerreros) dos monastérios budistas que Kiyomori ofendera [1].

As Guerras Genpei se inicim oficialmente com a primeira batalha de Uji, em 23 de junho. Yorimasa conduz as tropas Minamoto, acompanhado dos sohei do templo Mii-dera, para defender o Byōdō-in onde o príncipe estaria refugiado [1].

Yorimasa procura ajudar o príncipe a fugir, mas é ferido por uma flecha. Para evitar ser capturado pelo inimigo se se suicida através do seppuku [1] , escrevendo antes um poema. É um dos primeiros seppuku conhecidos, e ele codificou o procedimento para os seguintes. O Príncipe Mochihito conseguira fugir para Nara, mas morreria alguns dias depois pelas mãos dos guerreiros Taira.

PoemasEditar

Os poemas de Minamoto no Yorimasa foram reagrupados na antologia Yorimasa Kashū, assim como nas antologias imperiais Shin Kokin-shū e Senzai wakashū [2].

A LendaEditar

Uma lenda extraída do Heike Monogatari afirma que, em 1153, Yorimasa matara a flechadas um Nue que pousara no telhado do Palácio Imperial [2].


Referências

  1. a b c d e Stephan R. Turnbull (1977). The Samurai. A Military History (em inglês). New York: MacMillan Publishing Co. pp. 40–47. ISBN 9781873410387 
  2. a b Louis Frédéric, Käthe Roth (2002). Japan Encyclopedia (em inglês). Harvard: Harvard University Press. p. 635. ISBN 9780674017535 


  Este artigo sobre História do Japão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.