Mona Maris

ator

Mona Maria Emita Cap de Vielle, ou Mona Maris (Buenos Aires, 7 de novembro de 1903 – Buenos Aires, 23 de março de 1991) foi uma atriz argentina de cinema, que atuou em diversos filmes nos Estados Unidos e na Alemanha.

Mona Maris
Nascimento 7 de novembro de 1903
Buenos Aires
Morte 23 de março de 1991
Buenos Aires
Sepultamento Cemitério da Chacarita
Cidadania Argentina
Cônjuge Clarence Brown
Ocupação atriz
Causa da morte pneumopatia

BiografiaEditar

Sua mãe era uma espanhola basca e seu pai um francês basco. Maris foi educada na Inglaterra, França, e Alemanha, e aos 19 anos falava quatro línguas. Sua paixão pelo cinema começou durante a Primeira Guerra Mundial, quando ela era aluna em Luders, na França. Ao lado de outras colegas de classe, ela escreveu, dirigiu e atuou em produções curtas para entreter soldados que estavam acampados perto de sua escola. Posteriormente foi para a Inglaterra, onde foi protegida do cientista Guglielmo Marconi. Posteriormente foi para Berlim, onde participou da U.F.A. Productions, onde atuou em alguns filmes, sob a direção de Richard Elchberg.

Joe Schenck, presidente da United Artists, ofereceu a ela a perspectiva de uma carreira em Hollywood, e ela foi para a United Artists em 31 de dezembro de 1928. Na época, o cinema americano estava tentando conquistar as platéias da América Latina, introduzindo no mercado da América do Sul e Central alguns filmes falados em espanhol, assim como versões espanholas de filmes americanos. Para tanto, introduziu atores latino-americanos no seu elenco.[nota 1]

Maris teve dificuldades em sua carreira, por não falar inglês fluente, apesar de falar bem o espanhol, o francês e o alemão. Entre 1931 e 1941, ela estrelou dezenove versões em espanhol de sucessos americanos, que foram produzidas pela Fox Film Company. Surpreendentemente, em 1940 ela apareceu em um filme propaganda pró-nazista, intitulado "The Eternal Jew".

Maris foi casada duas vezes. Seu primeiro casamento foi durante sua estadia na Europa, e acabou quando ela foi para os Estados Unidos. Seu segundo casamento foi com o diretor Clarence Brown. Faleceu de problemas pulmonares em 1991.

FilmografiaEditar

  • The Apache (“O Apache”) (1925) – na Inglaterra.
  • Der Fuerst von Papenheim (“Perfumes, Flores e Beijos”) (1927) – na Alemanha, ao lado de Werner Fuetterer.
  • Die Liebeigener (“Os Escravos do Volga”) (1928) – na Alemanha, ao lado de Harry Holm.
  • Der Marquis von Eon (“O espião de Pompadour”) (1928) – na Alemanha.
  • Die Drei Frauen von Urban Hell (1928) – na Alemanha.
  • La Bonne Hotesse (1928) – Direção de Jeanne Bruno Ruby.
  • Romance do Rio Grande (“Romance do Rio Grande”) (1929) – Direção de Alfred Santell.
  • Under a Texas Moon (“Don Juan do México”) (1930) – nos EUA, sob direção de Michael Curtiz.
  • Arizona Kid (“Arizona Kid”) (1930) – Direção de Alfred Santell.
  • One Mad Kiss (“Loucuras de um Beijo”) (1930) – Direção de Marcel Silver. Ao lado de Jose Mojica.
  • El Precio de um Beso (“Loucuras de um Beijo”) (1930) – versão espanhola de One Mad Kiss.
  • Del Mismo Barro (“Argila Humana”) (1930)
  • Ladron de Amor (“Domador de Mulheres”) (1930)
  • A Devil With Women (“O Querido da Mulheres”) (1930).
  • The Seas Beneath (“Sob os Mares”) (1931) – Direção de John Ford.
  • Quando el Amor Rie (1931) – na Espanha.
  • The Passionate Flumber (“Salve-se Quem Puder”) (1932) – ao lado de Buster Keaton.
  • South of the Rio Grande (“O Terror dos Bandoleiros”) (1932) – ao lado de Buck Jones.
  • Man Called Back (1932)
  • Once in a Lifetime (“Uma Vez só na Vida”) (1932)
  • Death Kiss (1932) – ao lado de Bela Lugosi.
  • El Caballero de la Noche (“O Cavaleiro da Noite”) (1933).
  • Una Viuda Romantica (“Uma Viúva Romântica”) (1933) – com Gilbert Roland.
  • La Melodia Prohibida (“A Melodia Proibida”) (1933)
  • Secrets (“Segredos”) (1933) – Direção de Frank Borzage, com Leslie Howard e Mary Pickford.
  • White Heat (1934) – com Virgínia Cherril.
  • Kiss and Make-up (“O Templo da Beleza”) (1934) – com Cary Grant.
  • No Dejes la Puerta Abierta (“Não Deixes a Porta Aberta”) (1934) – com Raul Roulien.
  • Yo, Yu e Ella (1934)
  • Un Capitan de Cosacos (“Um Capitão de Cossacos”) (1934)
  • Cuesta Abajo (“O Amor Obriga”) (1934) – com Carlos Gardel.
  • El Cantante de Napoles (“O Cantor de Nápoles”) (1934) – com Enrico Caruso.
  • Três Amores (1935)
  • Asegure a Su Mujer (1935)
  • Flight from Destiny (“Fugitivos do Destino”) (1941) – de Vincent Sherman, com Geraldine Fitzgerald.
  • Underground (“A Voz da Liberdade”) (1941)
  • Law of the tropics (“Se a Lua Contasse”) (1941) – ao lado de Constance Bennet.
  • A Date With the Falcon (“Um Encontro com o Falcão”) (1941) – ao lado de George Sanders.
  • My Gal Sal (“Minha Namorada Favorita”) (1942) – de Irving Cummings, com Rita Hayworth.
  • Married an Angel (“Casei-me com um Anjo”) (1942)
  • Pacific Rendez-vous (“Encontro no Pacífico”) (1942) – de George Sidney, com Lee Bowman.
  • Berlin Correspondent (“Correspondente em Berlim”) (1942) – com Dana Andrews.
  • Tampico (“Tampico”) (1944) – com Edward G. Robinson.
  • The Desert Hawk (“O Falcão do Deserto”) (1944) – seriado com Gilbert Roland.
  • The Falcon in México (“O Mistério do Morto”) (1944)
  • Heartbeat (“O Bater de um Coração”) (1946) – de Sam Wood, com Ginger Rogers.
  • Monsieur Beaucaire (“Monsieur Beaucaire”) (1946) – de George Marschall, com Bob Hope.
  • Los Vengadores (1949)
  • The Avengers (“A Vingança de El Mocho”) (1950)
  • La Mujer de las Camélias (1953)
  • Camilla (“Camila”) (1984) – direção de Maria Luiza Bemberg – seu último filme, argentino.


Notas

  1. Mona Maris visitou o Brasil, Rio de Janeiro, em fevereiro de 1940, ao lado de George O’Brien, e em 1952.

Referências

Bibliografia
  • ARAÚJO, Gil (1992). «In Memoriam – Mona Maris». Rio de Janeiro: EBAL. Cinemin (75) 
  • Frederick Post, Hollywood, Tuesday Morning, August 26, 1941, Page 4.
  • Los Angeles Times, "Argentine Film Actress Given Welcome Here", January 1, 1929, Page A1.
  • Los Angeles Times, "Mona Maris Gives Recipe for Foreign Actress to Get By Successfully in Hollywood", December 29, 1929, Page B11.

Ligações externasEditar