Abrir menu principal

"Morgen" ("Amanhã") foi a canção neerlandesa no Festival Eurovisão da Canção 1968, interpretada em neerlandês por Ronnie Tober. Foi a vencedora do concurso nacional de seu país.[1]

Países Baixos "Morgen"
Festival Eurovisão da Canção 1968
País
Artista(s)
Língua
Neerlandês
Compositor(es)
Joop Stokkermans
Letrista(s)
Theo Strengers
Performance das finais
Resultado da final
16.º (empatada com a canção da Finlândia)
Pontos da final
1
"De troubadour" (1969) ►

LetraEditar

A canção é uma balada, com Tober falando com uma esposa distante, expressando os sentimentos de estar separado dela. Ele exprime o seu desejo de o "amanhã" ser o mais depressa possível que os dois estejam juntos de novo. [2]Tober também gravou uma versão em inglês intitulada "Someday".

ClassificaçãoEditar

A canção foi a segunda a ser interpretada na noite do festival, a seguir à canção portuguesa "Verão", interpretada por Carlos Mendes e antes da canção belga "Quand tu reviendras", interpretada por Claude Lombard. Não foi feliz, pois terminou em último lugar empatado com a canção da Finlândia "Kun kello käy" , tendo recebido apenas 1 ponto fornecido pelo júri italiano.

No ano seguinte, os Países Baixos seriam representados pela canção "De troubadour", interpretada por Lenny Kuhr que seria uma das quatro vencedoras.

Referências

  1. Official Eurovision Song Contest site, history by year, 1968
  2. «Morgen». Diggiloo.net. Consultado em 1 de dezembro de 2015