Abrir menu principal

"De troubadour" ("O trovador") foi a canção em neerlandês cantada por Lenny Kuhr que foi uma das quatro vencedoras do Festival Eurovisão da Canção 1969", juntamente com Boom Bang-a-Bang", "Un jour, un enfant" e "Vivo cantando" representantes repetivamente do Reino Unido, França e Espanha.[2]

Países Baixos "De troubadour"
Festival Eurovisão da Canção 1969
País
Artista(s)
Língua
Neerlandês
Compositor(es)
Letrista(s)
David Hartsema.[1]
Performance das finais
Resultado da final
1.º lugar (empatada com as canções da França, Espanha e Reino Unido).[2]
Pontos da final
18
◄ "Morgen" (1968)   
"Waterman (canção)" (1970) ►

Índice

LetraEditar

A canção é uma balada inspirada musical e liricamente nas tradições folclóricas. Kuhr canta sobre um trovador medieval, descrevendo o impacto que a sua música tem nas audiências.[1]

Outras versõesEditar

Kuhr também gravou versões em inglês como "The troubadour", em francês "Le troubadour", alemão "Der troubadour", italiano "Un canta storie" e espanhol "El trovador".[1]

ClassificaçãoEditar

A canção foi a oitava a ser interpretada na noite do evento, a seguir à canção do Reino Unido "Boom Bang-a-Bang" interpretada por Lulu e antes da canção sueca "Judy, min vän", interpretada por Tommy Körberg. Terminou em primeiro lugar, empatada com outras três canções, tendo recebido um total de 18 pontos.[2]

No ano seguinte (1970), foi sucedida pela canção Waterman interpretada por Hearts of Soul.[3]

Referências

  1. a b c d «De trobadour». Diggiloo.net. Consultado em 1 de dezembro de 2015 
  2. a b c «Eurovision Song Contest 1969». Eurovision.tv. Consultado em 2 de dezembro de 2015 
  3. «Eurovision Song Contest 1970». Eurovision,tv. Consultado em 2 de dezembro de 2015 
Precedido por
"La, la, la" por Massiel
Vencedoras do Festival Eurovisão da Canção
co-vencedora com "Un jour, un enfant" por Frida Boccara, "Vivo cantando" por Salomé e "Boom Bang-a-Bang" by Lulu

1969
Sucedido por
"All Kinds of Everything" deDana

Ver tambémEditar

Referências