Abrir menu principal

Wikipédia β

Nívio Gabrich (Santa Luzia, 7 de setembro de 192716 de julho de 1981) foi um futebolista brasileiro.

Atuou como ponta-esquerda. Jogou no Clube Atlético Mineiro entre 1944 a 1951.

Contratado pelo Atlético após se destacar no futebol amador de Santa Luzia no time do Santa Cruz Esporte Clube,[1] o ponta-esquerda Nívio era o dono de um fortíssimo chute, e além de hábil driblador, destacando-se pela velocidade.

Nívio foi um dos principais jogadores do grande time atleticano do final dos anos 1940. Foi formado um ataque sensacional com Lucas Miranda, Lauro, Carlyle, Lero e Nívio. Com a camisa alvinegra, Nívio jogou 222 vezes e marcou 126 gols, sendo hoje o 10° maior artilheiro da história do Clube Atlético Mineiro.

Seu primeiro jogo foi em 19 de novembro de 1944, num amistoso entre o Atlético 3x1 União de Itabirito (MG). Seu último jogo foi em 4 de março de 1951, numa partida entre Atlético 0x2 Santos (SP), também um amistoso.

Iniciou a carreira no Espéria de Belo Horizonte-MG em 1941. Transferiu-se para o Atlético-MG em 1944 e para o Bangu em 1951, ficou no clube carioca até 1957, sendo o terceiro maior artilheiro da história do clube com 142 gols em 261 jogos.[2] Foi vice campeão carioca em 1951 pelo Bangu. Encerrou a carreira no Cruzeiro-MG, campeão mineiro de 1959. Morreu em Santa Luzia-MG em 19 de julho de 1981.

TítulosEditar

Referências

  1. «Santa Cruz do Bela Vista, em Santa Luzia, ganha capela de presente». Jornal Diário da Tarde. Futebol Amador de Minas. 11 de maio de 2005. Consultado em 9 de outubro de 2011 
  2. [1]