Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Navalha na Carne (desambiguação).

Navalha na Carne é uma peça teatral de Plínio Marcos.

Levada aos palcos pela primeira vez em São Paulo, em 1967, em campanha para liberação do texto pela censura capitaneada por Walmor Chagas e Cacilda Becker, o elenco da montagem original era formado por Edgard Gurgel Aranha, Ruthneia de Moraes e Paulo Villaça, com direção de Jairo Arco e Flexa. Ganharia ainda mais repercussão a partir da montagem carioca, dirigida no mesmo ano por Fauzi Arap e com Tônia Carrero no elenco. Logo o texto foi censurado pela ditadura militar, e só pôde ser encenado 13 anos depois.[1]

SinopseEditar

É a história de três personagens num quarto de bordel: a prostituta Neusa Sueli, o gigolô Vado e o homossexual Veludo falam de suas vidas e expõem sua marginalidade.

Adaptações para o cinemaEditar

Referências

  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

MAGALDI, Sábato. Amor ao Teatro. São Paulo: Sesc Edições. 2015.