Abrir menu principal

Nebulosa do Esquimó

A Nebulosa do Esquimó (ou NGC 2392) é classificada como nebulosa planetária. Foi descoberta por William Herschel, em 1787, e recebeu o apelido 'Esquimó' por lembrar um rosto envolto por uma pele parca. Sua formação iniciou há 10 000 anos, aproximadamente, quando, em extinção, um astro pôs-se a lançar material no espaço.

NGC 2392
(Nebulosa do Esquimó)
{{{legenda}}}
Nebulosa do Esquimó
Dados observacionais (J2000)
Constelação Gemini
Asc. reta 07h 29m 10,8s
Declinação +20° 54′ 42,5"
Magnit. apar. 10,1
Características físicas
Raio 0,34 anos luz aprox
Outras denominações
Nebulosa do Esquimó
Nebulosa Cara de Palhaço
[[Imagem:|250px|]]

A nebulosa, segundo os cientistas, pode apresentar, em torno do equador de sua estrela, um anel de material denso. A NGC 2392 possui duas partes em formato de elipse fluindo sob e sobre a estrela em extinção. A estrela que nela existe possui características como as do Sol. Pode ser vista telescópios e ter suas coordenadas obtidas através de programas como o Google Earth.

Ver tambémEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Nebulosa do Esquimó


     NGC 2390  •  NGC 2391  •  NGC 2392  •  NGC 2393  •  NGC 2394   
  Este artigo sobre nebulosas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.