Abrir menu principal
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde janeiro de 2015).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Nena Queiroga
Informação geral
Nome completo Maria Consuelo Gama de Queiroga
Nascimento 10 de junho de 1967 (52 anos)
Local de nascimento Rio de Janeiro
 Brasil
Gênero(s) Frevo, xote, forró
Ocupação(ões) Cantora
Instrumento(s) Vocal
Página oficial nenaqueiroga.com.br

Maria Consuelo Gama de Queiroga, mais conhecida como Nena Queiroga (Rio de Janeiro, 10 de junho de 1967), é uma cantora brasileira,[1] considerada "rainha do carnaval de Pernambuco".[2]

Índice

CarreiraEditar

Título de cidadã pernambucanaEditar

Nena Queiroga é carioca mas foi criada em Recife. Em 2011, o estado de Pernambuco lhe concedeu o titulo de Cidadã Pernambucana.[1]

Família musicalEditar

Filha de Luiz Queiroga (radialista, compositor e humorista) e Mêves Gama (cantora). Ambos renomados artistas da "Era de Ouro da Rádio Pernambucana".[3]

Aos 12 anos já acompanhava sua mãe no trabalho e começou a gravar voz infantil. Na mesma época, fez parte do grupo Quarto Crescente, liderado por seu irmão mais velho, o cantor e compositor Lula Queiroga.[4]

Os primeiros bailesEditar

A ligação com o carnaval se deu também por acompanhar sua mãe, cantora de orquestra e intérprete de vários sucessos de carnaval, nos ensaios e gravações de frevos.[5]

Aos 16 anos, começou a cantar em orquestras animando bailes de carnaval nos clubes da cidade de Recife. Sua primeira vez como cantora diante de uma orquestra foi junto do maestro Duda. Logo depois assumiu o posto de crooner da orquestra do maestro Guedes Peixoto.

Aos 19 anos, começou a cantar na noite recifense na então disputada casa de shows Som Das Águas, onde conheceu entre tantos amigos que a influenciaram profissionalmente, como o Maestro Spok e o compositor André Rio.

Rainha do Galo da MadrugadaEditar

Em 2005 começou oficialmente a puxar um dos trios do Galo da Madrugada, considerado pelo Livro Guinness dos Recordes como o maior bloco do mundo.

Passou a ser conhecida como a Rainha do Carnaval de Pernambuco por ser a única mulher a ter seu próprio trio e a cantar o desfile inteiro sem parar, além do destaque nos shows do período de Momo.

DVD Pernambuco para o MundoEditar

Em fevereiro de 2014, gravou seu primeiro DVD Pernambuco para o mundo. O evento reuniu um público de 60 mil pessoas no Cais da Alfândega, no Recife antigo. O show contou com os convidados especiais: Ivete Sangalo, Maria Gadú, Lenine, Elba Ramalho, Luiza Possi, André Rio, Ed Carlos, Gustavo Travassos, Maestro Forró, Maestro Spok, Ylana Queiroga, coral Edgard Moraes e Orquestra dos Prazeres. [6]

Homenageada do carnaval do recife 2018Editar

Em 2018 nena queiroga foi homenageada do carnaval do recife 2018 juntamente com o compositor J. Michilles. Foi apresentado um grande show no marco zero do recife no dia 9 de fevereiro na abertura do carnaval do recife, nena queiroga recebeu varios convidados como lenine, Elba Ramalho, Luíza Possi, Maestro Spok, Fafá de Belém, Geraldo Azevedo, Alceu Valença, Ayrton Montarroyos, Gaby Amarantos, sua filha Ylana Queiroga, e seu irmão Lula Queiroga, e recebeu um video da cantora ivete sangalo exibido nos telões do palco, parabenizando nena pela homenagem, ivete sangalo não pode participar do show pois estava em trabalho de parto.

DiscografiaEditar

  • Xotes e Forrós (Independente/ 2006)
  • Esse É o Meu Carnaval! (2007)
  • Numa Festa de São João (2009)
  • É Frevo, Meu Bem! (2011)
  • Pernambuco para o Mundo (DVD) (2014)

Referências

  1. a b Daniel Coelho (6 de junho de 2011). «Projeto de Resolução Nº 542/2011». Assembleia Legislativa de Pernambuco. Consultado em 7 de janeiro de 2015 
  2. Priscila Urpia (15 de fevereiro de 2014). «Nena Queiroga:"Minha memória afetiva está ligada ao frevo"». LeiaJa 
  3. «Nena Queiroga». onordeste.com 
  4. «Compositor navega por muitos mares». Jornal do Commercio. UOL. 24 de novembro de 2000. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  5. José Teles (6 de fevereiro de 2013). «Família que batuca unida permanece unida». Jornal do Comércio/UOL 
  6. «Nena Queiroga comemora 30 anos de carreira com gravação de DVD». G1. 10 de fevereiro de 2014 

Ligações externasEditar