Abrir menu principal

Noite

Período de rotação da Terra em que não é recebida a luz solar
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde agosto de 2019). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: "Noturno" redireciona para este artigo. Para outros significados, veja Noturno (desambiguação). Para outros significados, veja Noite (desambiguação).

A noite é o período ocorrido durante a rotação da Terra em que não é recebida a luz do Sol, ou seja, aquela determinada região encontra-se na parte escura do planeta, é o período do dia compreendido entre o pôr e o Nascer do sol. Seu período de duração varia consoante a estação do ano e o local da Terra onde se encontra: é maior no inverno e menor no verão; maior nos pólos, menor nos trópicos.

BiologiaEditar

 
Luar sobre Stonehenge na Inglaterra

A maioria dos seres vivos têm na noite o período de descanso, muitas vezes com profundas alterações no metabolismo, tais como: redução dos batimentos cardíacos, diminuição da temperatura corporal (animais homeotérmicos) ou substituição da fotossíntese pela respiração (vegetais superiores).

São denominados noctívagos os seres que têm no período noturno o de maior atividade, tais como morcegos, anfíbios, etc. A noite é, para algumas tribos, a hora das trevas reinarem e assim, esperarem ate o sol sair de novo para poder pescar, caçar, etc.

Ciências sociaisEditar

Período sombrio, onde a visão fica diminuída, a noite é certamente a grande geradora dos mitos e lendas com os quais a humanidade explicava seus temores. Ruídos inexplicáveis, visões enevoadas, acendiam a imaginação, fazendo surgir os vampiros, fantasmas, lobisomens, deuses iracundos e toda sorte de entidades feéricas.

DireitoEditar

Para o Direito Criminal interessa na adoção das chamadas "medidas preventivas", inibidoras das práticas delituosas efetuadas ao abrigo da escuridão, preconizadas inicialmente por César Lombroso, tais como a boa iluminação pública, o policiamento ostensivo, etc.

HistóriaEditar

  • Noite das Garrafadas - noite de 13 para 14 de março de 1831 quando, no Rio de Janeiro partidários de D. Pedro I e seus adversários enfrentaram-se nas ruas da cidade (no Brasil).
  • Noite de São Bartolomeu - talvez o mais trágico episódio de intolerância e perfídia religiosas, ocorrida na noite de 23 de agosto de 1572, quando milhares de huguenotes foram assassinados nas ruas de Paris, sob auspícios de Catarina de Médicis (na França).
  • Noite dos Longos Punhais - noite de 30 de junho de 1934, na Alemanha, quando as lideranças da SA (milícia do Partido Nazista) foram assassinadas por comando de Adolf Hitler.
  • Noite dos cristais - Noite de Cristal (alemão Reichskristallnacht ou simplesmente Kristallnacht) é o nome popularmente dado aos atos de violência que ocorreram na noite de 9 de novembro de 1938 em diversos locais da Alemanha e da Áustria, então sob o domínio nazi ou Terceiro Reich.
  • Noite sangrenta - Noite Sangrenta é a designação pela qual ficou conhecida a revolta radical de marinheiros e arsenalistas, que ocorreu em Lisboa a 19 de Outubro de 1921, no decurso da qual foram assassinados, entre outros, António Granjo, então presidente do Ministério, Machado Santos e José Carlos da Maia, dois dos históricos da Proclamação da República Portuguesa, o comandante Freitas da Silva, secretário do Ministro da Marinha, e o coronel Botelho de Vasconcelos, antigo apoiante de Sidónio Pais no Arsenal da Marinha.
  • Noite de 4 de Agosto - A Noite de 4 de Agosto de 1789 foi um evento fundamental no contexto da Revolução Francesa, já que, no decurso de uma sessão acontecida nesta data, a Assembleia Nacional Constituinte pôs fim ao sistema feudal.
  • Noite da agonia - A noite da agonia foi um episódio da história do Brasil Império, ocorrido na madrugada de 12 de novembro de 1823, durante a Assembleia Constituinte, no Rio de Janeiro, que estava encarregada de redigir a primeira Constituição do Brasil, no qual D. Pedro I mandou o Exército invadir o plenário da Assembleia Constituinte, que resistiu durante horas mas não conseguiu evitar sua dissolução.
  • Noite das barricadas - O episódio da noite das barricadas ocorreu no dia 10 de Maio de 1968 dentro do contexto das manifestações estudantis daquele ano, concentradas na então recém-criada Universidade Paris-Nanterre.

Referências

Ligações externasEditar