Norman (filme)

filme de 2011 dirigido por Jonathan Segal
Norman
Norman (PRT/BRA)
 Estados Unidos
2010 •  cor •  97 min 
Direção Jonathan Segal
Roteiro Talton Wingate
Género comédia dramática
Edição Robert Hoffman
Lançamento 2 de outubro de 2010 (Festival de Filmes de San Diego)
21 de outubro de 2011  Estados Unidos
Idioma inglês
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Norman é um filme de 2010 do gênero comédia/drama dirigido por Jonathan Segal e escrito por Talton Wingate.

SinopseEditar

Norman Long é um garoto de colégio conturbado que finge estar morrendo de câncer. Ele enfrenta problemas com sua nova namorada Emily Parrish e seu pai que está em estado terminal, enquanto luta com a sua existência diária.[1]

ElencoEditar

  • Dan Byrd ... Norman Long
  • Emily VanCamp ... Emily Parrish
  • Richard Jenkins ... Doug Long
  • Adam Goldberg ... Sr. Angelo
  • Billy Lush ... James
  • Camille Mana ... Helen Black
  • Jesse Head ... Bradley
  • John Aylward ... Robert Bessent
  • Sewell Whitney ... Dr. Malloy
  • Bobbi Kotula ... Mãe
  • Kevin Partridge ... Steve
  • Jeff Rosick ... Frank
  • Jerry Sciarrio ... Diretor Harbuck
  • Trent Sweeney ... Norman (jovem)

RecepçãoEditar

Norman teve recepção mista por parte da crítica especializada. Com base em 11 avaliações profissionais, alcançou uma pontuação de 60% no Metacritic.

Em avaliações favoráveis, do Chicago Sun-Times, Roger Ebert disse: "Para mim, Richard Jenkins é o coração de Norman. Quantas vezes eu já o admirava; mesmo em papéis indignos, ele tem essa força, ele nunca ver a necessidade de tentar".

Do Los Angeles Times, Betsy Sharkey: "O humor é manhoso e não exagerado também. Um exemplo típico é a aula de Inglês com o Sr. Angelo (Adam Goldberg) tentando estimular seus alunos entediados em analisar a diferença entre sátira e ironia, que é o que os cineastas fazem até bem".

O jornal The New York Times, Andy Webster: "Norman não pode conquistar a bilheteria, mas certamente será um cartão de visitas digno para o seu diretor e o galã".

Em avaliações mistas, do The A.V. Club, Sam Adams disse: "As possibilidades eram, que Norman seria parecido de uma recauchutagem do que sempre saiu, mas isso o filme não favorece para liberta-lo da sombra de "Terri" e "Submarine", ambos com retratos muito mais atraentes de solitários do ensino médio, e ambos lançado em DVD nas últimas semanas".

Village Voice, Benjamin Mercer: "Embora Norman, filmado em Spokane e tendo música feita pelo compositor Andrew Bird, consegue expor o seu personagem principal conturbadamente, as ações de seus pares são sempre mais difíceis de aceitar".

Boxoffice Magazine, Kate Erbland: "O filme de Segal tenta equilibrar-se na linha entre engraçado escuro e simplesmente escuro, mas mesmo com um elenco de atores e uma premissa pouco frequente, Norman é um passeio inquietante com pouco na forma de pagamento honesto".[2]

Referências

  1. «Norman». Cinedica. Consultado em julho de 2013  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  2. «Norman» (em inglês). Metacritic. Consultado em 19 de abril de 2015 

Ligações externasEditar