Nunciatura Apostólica em Brasília

A Nunciatura Apostólica em Brasília é a principal representação diplomática do Vaticano no Brasil, sendo equivalente a uma embaixada da Santa Sé. O atual núncio apostólico é Giambattista Diquattro, no cargo desde 29 de agosto de 2020.[1]

Nunciatura Apostólica em Brasília
Vaticano
Vaticano
Brasil
Brasil
Entrada da Nunciatura Apostólica em Brasília.
Entrada da Nunciatura Apostólica em Brasília.
Localização
Endereço SES 801, Lote 1, Avenida das Nações, Setor de Embaixadas Sul - Asa Sul, Brasília, DF 70401-900 Brasil
Coordenadas 15° 49′ 40,1″ S, 47° 53′ 49,8″ O
Responsável
Embaixador Giambattista Diquattro
No cargo desde 29 de agosto de 2020
Embaixada do Brasil na Cidade do Vaticano

Está localizada na Avenida das Nações, na quadra SES 801, Lote 1, no Setor de Embaixadas Sul, na Asa Sul.

HistóriaEditar

A diplomacia do Vaticano é muitas vezes descrita como a primeira do mundo, tendo inspirado convenções internacionais da área no Congresso de Viena. Apesar disso, devido as características únicas do Estado do Vaticano, a diplomacia tem peculiaridades. A Igreja Católica é única instituição religiosa no mundo que possui o direito de ter relações diplomáticas com outros Estados através das nunciaturas.[2][3]

Sendo equivalente a uma representação estrangeira, a Nunciatura Apostólica foi instalada em um terreno no Setor de Embaixadas Sul, assim como outros países que mantém suas embaixadas nessa área voltada para isso. O Vaticano recebeu o terreno de 25 mil metros quadrados de graça, medida estendida a outras nações que visa a instalação mais rápida das embaixadas na nova capital.[4][5][6]

Em 2008, Brasil e Vaticano celebraram um acordo sobre o Estatuto Jurídico da Igreja Católica no Brasil, reforçando as relações diplomáticas entre os países.[7]

O núncio apostólicoEditar

 
Giambattista Diquattro (a direita) é o atual núncio apostólico no Brasil.

O atual núncio apostólico no Brasil é Giambattista Diquattro, que é arcebispo titular italiano, diplomata, teólogo e canonista. Antes de chefiar a diplomacia do Vaticano no Brasil, foi núncio apostólico no Panamá[8][9], na Bolívia[10], na Índia e no Nepal[11], tendo ingressado no Serviço Diplomático da Santa Sé em 1985. Passou a ser o núncio apostólico em Brasília em 29 de agosto de 2020, após ser nomeado pelo Papa Francisco, substituindo Giovanni d'Aniello, que havia passado oito anos no cargo e passou a ser o núncio apostólico em Moscou.[1][12]

ServiçosEditar

A Nunciatura Apostólica realiza os serviços protocolares das representações estrangeiras enquanto representante da Santa Sé no país. Pelo entendimento do direito público internacional, é equivalente a uma embaixada da Santa Sé, a autoridade do Vaticano, personificada no Papa e seus colaboradores. Outras ações que passam pela embaixada são as relações diplomáticas com o governo brasileiro em temas como a defesa da liberdade de religião, ajuda ao desenvolvimento, paz e segurança internacionais e desarmamento.[13][14]

ReferênciasEditar

  1. a b «Papa Francisco nomeia novo núncio apostólico para o Brasil». G1. 29 de agosto de 2020. Consultado em 7 de setembro de 2020 
  2. Oliveira, André Sampaio de (5 de junho de 2020). «Deus abençoe o núncio apostólico dom Giovanni D'Anielo». Vatican News. Consultado em 7 de setembro de 2020 
  3. Kirsch, J.P. (1911). Nuncio. In The Catholic Encyclopedia (em inglês). New York: Robert Appleton Company. Acessado em 7 de setembro de 2020. Disponível em http://www.newadvent.org/cathen/11160a.htm
  4. «Embaixadas: um capítulo importante na construção de Brasília». Agência Brasília. 26 de dezembro de 2019. Consultado em 28 de julho de 2020 
  5. «DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II AOS MEMBROS DO CORPO DIPLOMÁTICO ACREDITADO JUNTO DO GOVERNO BRASILEIRO». vatican.va. Vaticano. 30 de junho de 1980. Consultado em 7 de setembro de 2020 
  6. «Vaticano em Brasília». consulados.com.br. Consultado em 7 de setembro de 2020 
  7. «DECRETO Nº 7.107, DE 11 DE FEVEREIRO DE 2010.». planalto.gov.br. Promulga o Acordo entre o Governo da República Federativa do Brasil e a Santa Sé relativo ao Estatuto Jurídico da Igreja Católica no Brasil, firmado na Cidade do Vaticano, em 13 de novembro de 2008. Presidência da República. Consultado em 7 de setembro de 2020 
  8. Nomina del Nunzio Apostolico in Panama, in: Sala de Imprensa da Santa Sé em 2 abril de 2005.
  9. „Neue Nuntien in Japan, Neuseeland, El Salvador, Panama und Tansania“ (Memento vom 31. dezembro 2005 im Internet Archive), 30giorni.it, arquivado em 1 de julho de 2009 (em alemão)
  10. Nomina del Nunzio Apostolico in Bolivia, in: Sala de Imprensa da Santa Sé: Rinuncie e Nomine em 21 de novembro de 2008.
  11. «Nomina del Nunzio Apostolico in India e Nepal». Rinuncie e Nomine (em italiano). Sala de Imprensa da Santa Sé. 21 de janeiro de 2017. Consultado em 21 de janeiro de 2017 
  12. «Nomina del Nunzio Apostolico in Brasile». Rinuncie e Nomine (em italiano). Sala de Imprensa da Santa Sé. 29 de agosto de 2020. Consultado em 29 de agosto de 2020 
  13. «Embaixadas e Consulados estrangeiros no Brasil». Ministério das Relações Exteriores. Consultado em 7 de setembro de 2020 
  14. «Vaticano». Portal Consular - Itamaraty. Consultado em 7 de setembro de 2020 

Ver tambémEditar