Portal:Relações internacionais

Principal   Tópicos  
Portal das Relações Internacionais
Globe centered in Cape Verde (globe location map scheme).svg


 ver · editar Introdução

As Relações Internacionais, comumente abreviadas como RI ou REL, visam ao estudo sistemático das relações políticas, econômicas e sociais entre diferentes atores do Sistema Internacional (SI). Entre os atores internacionais, destacam-se os Estados, além das empresas transnacionais, as organizações intergovernamentais (OIG), as organizações não-governamentais, opiniões públicas. Pode se focar tanto na política externa de determinado Estado, quanto no conjunto estrutural das interações entre os atores internacionais, como nos fenômenos internacionais.

Recarregue o conteúdo desta página


 ver · editar Artigos selecionados
Flag of the United Nations.svg

Organização das Nações Unidas (ONU), ou simplesmente Nações Unidas, é uma organização intergovernamental criada para promover a cooperação internacional. Uma substituição à ineficiente Liga das Nações, a organização foi estabelecida em 24 de outubro de 1945, após o término da Segunda Guerra Mundial, com a intenção de impedir outro conflito como aquele. Na altura de sua fundação, a ONU tinha 51 estados-membros; hoje são 193. A sua sede está localizada em Manhattan, Nova York, e possui extraterritorialidade. Outros escritórios situam-se em Genebra, Nairóbi e Viena. A organização é financiada com contribuições avaliadas e voluntárias dos países-membros. Seus objetivos incluem manter a segurança e a paz mundial, promover os direitos humanos, auxiliar no desenvolvimento econômico e no progresso social, proteger o meio ambiente e prover ajuda humanitária em casos de fome, desastres naturais e conflitos armados.

Durante a Segunda Guerra, o presidente estadunidense, Franklin D. Roosevelt, começou a discutir a criação de uma agência que sucederia a Liga das Nações, e a Carta das Nações Unidas foi elaborada em uma conferência em abril–junho de 1945; a carta entrou em vigor a 24 de outubro de 1945, e a ONU começou a operar. A sua missão de promover a paz foi complicada nas suas primeiras décadas de existência, por culpa da Guerra Fria, entre Estados Unidos, União Soviética e seus respectivos aliados. Teve participação em ações importantes na Coreia e no Congo-Léopoldville, além de ter aprovado a criação do estado de Israel em 1947.

O número de integrantes cresceu bastante após o grande processo de descolonização na década de 1960, ocorrido principalmente na África, na Ásia e na Oceania, e na década seguinte, seu orçamento para programas de desenvolvimento social e econômico ultrapassou em muito seus gastos com a manutenção da paz. (leia mais...)

 ver · editar Sabia que?

... que a Áustria (imagem) foi dividida e ocupada pelas forças aliadas de 1945 até 1955?

... que a Paz de Westphalia encerrou formalmente a Guerra dos Trinta Anos em 1648 e criou uma base para a autodeterminação nacional que continua até os dias atuais?

... que a Finlândia lutou lado a lado com a Alemanha nazista na Guerra de Continuação e depois contra ela na Guerra da Lapônia?

... que a Rússia e o Japão foram incapazes de assinar um tratado de paz depois da Segunda Guerra Mundial e os assuntos permanecem não resolvidos?

... que na Guerra Russo-Japonesa a vitória dos militares japoneses surpreendeu os observadores mundiais e transformou o equilíbrio de poder na Ásia Oriental?

... que a Crise dos Mísseis Cubanos foi transmitida pela televisão em todo o mundo e foi o período mais próximo que a Guerra Fria chegou de uma guerra nuclear em grande escala?


 ver · editar Categorias
 ver · editar Imagem selecionada
Peace of Westphalia
A Paz de Vestfália foi uma série de tratados de paz assinados entre maio e outubro de 1648 em Osnabrück e Münster. Esses tratados encerraram a Guerra dos Trinta Anos (1618–1648) no Sacro Império Romano e a Guerra dos Oitenta Anos (1568–1648) entre a Espanha e a República Unida dos Países Baixos, com a Espanha formalmente reconhecendo a independência da República Unida dos Países Baixos. À medida que a influência europeia se espalhou pelo mundo, esses princípios westfalianos, especialmente o conceito de estados soberanos, tornaram-se centrais para o direito internacional e para a ordem mundial vigente.


 ver · editar Mapa

WWI-re.png


Mapa do mundo mostrando os participantes da Primeira Guerra Mundial: em verde a Tríplice Entente e Aliados (alguns entraram na guerra ou desistiram mais tarde); em laranja as Potências Centrais, e em cinza os países neutros.



 ver · editar Coisas que você pode fazer
Colabore!

Agradecemos o seu interesse por ampliar e melhorar os artigos relacionados com relações internacionais na Wikipédia! Abaixo algumas coisas que esperam a sua colaboração.