Abrir menu principal

Onésimo Silveira

político e escritor cabo-verdiano

Onésimo Silveira (Mindelo, 1935) é um político, escritor e tradutor de Cabo Verde. É considerado um dos mais proeminentes da elite literária de Cabo Verde.

BiografiaEditar

Nasceu em 1935 na ilha de São Vicente e estudou em Uppsala, na Suécia durante a década de 1960, depois de ter passado um período na China. Fez o doutoramento em Ciências Políticas, pela Universidade de Uppsala (Suécia), em 1976, ano em que começou a trabalhar na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque.

Foi crucial para o início do trabalho de solidariedade com o Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC).

Foi embaixador de Cabo Verde em Portugal, em 2002, e o primeiro presidente da Câmara Municipal do Mindelo, em 1992.

Em 2012 recebeu o Doutoramento Honoris Causa pela Universidade do Mindelo, em Cabo Verde.

[1][2][3][2][3][4][5][6][7][6][8][6][9][8][10]

BibliografiaEditar

  • Toda a gente fala; sim, senhor. Sá da Bandeira: Publicações Imbondeiro, 1960.
  • Hora grande; poesia caboverdiana. Nova Lisboa: Publicações Bailunda, 1962.
  • Consciencializac̦ão na literatura caboverdiana. Lisboa: Edic̦ão da Casa dos Estudantes do Império, 1963.
  • Africa South of the Sahara: Party Systems and Ideologies of Socialism. Stockholm: Rabén och Sjögren, 1976.
  • A saga das as-secas e das graças de nossenhor. Portugal: Publicações Europa-América, 1991
  • A tortura em nome do partido único: o PAICV e a sua polícia política : [depoimentos]. [S. Vicente, Cabo Verde]: Edições Terra Nova e Ponto & Vírgula, 1992.
  • Contribuição para a construção da democracia em Cabo Verde, (Intervenções). Gráfica do Mindelo, 1994.
  • A democracia em Cabo Verde[11][7]. Extra-colecção. Lisboa: Edições Colibri, 2005.
  • Roque, Fátima, Joaquim Alberto Chissano, Onésimo Silveira, and António de Almeida Santos. África, a NEPAD e o futuro. Luanda, Angola: Texto Editores, 2007.
  • Poemas do tempo de trevas: Saga (poesia inédita e dispersa) Hora grande (reedição). Praia: Instituto da Biblioteca Nacional e do Livro, 2008.

Referências

  1. Hamilton, Russell G. Voices from an Empire: A History of Afro-Portuguese Literature. Minnesota monographs in the humanities, v. 8. Minneapolis: University of Minnesota Press, 1975. pp. 269, 273
  2. a b Hamilton, Russell G. Voices from an Empire: A History of Afro-Portuguese Literature. Minnesota monographs in the humanities, v. 8. Minneapolis: University of Minnesota Press, 1975. p. 272
  3. a b Sellström, Tor. Sweden and National Liberation in Southern Africa. Uppsala: Nordiska Afrikainstitutet, 1999. p. 51
  4. Eriksen, Tore Linné. Norway and National Liberation in Southern Africa. Uppsala, Sweden: Nordic Institute of African Studies, 1999. pp. 73-74
  5. Soiri, Iina, and Pekka Peltola. Finland and National Liberation in Southern Africa. Uppsala: Nordiska afrikainstitutet, 1999. p. 47
  6. a b c Sellström, Tor. Sweden and National Liberation in Southern Africa. Uppsala: Nordiska Afrikainstitutet, 1999. p. 63
  7. a b Onésimo Silveira - WOOK
  8. a b Abílio, Tolentino (2007). «African Party for the Independence of Cape Verde». Cabonet Nederland. Consultado em 7 de fevereiro de 2010. Arquivado do Onésimo Silveira regressa original Verifique valor |url= (ajuda) em 24 de julho de 2011 
  9. Öar förlorade i havet Arquivado em 27 de julho de 2011, no Wayback Machine.
  10. Hamilton, Russell G. Voices from an Empire: A History of Afro-Portuguese Literature. Minnesota monographs in the humanities, v. 8. Minneapolis: University of Minnesota Press, 1975. pp. 269, 273
  11. A democracia em Cabo Verde / Onésimo Silveira. - SearchWorks