Pérdicas III da Macedónia

Pérdicas III (em grego: Περδίκκας Γ`; ? — 359 a.C.) foi rei da Macedónia de 365 a 359 a.C., após suceder ao seu irmão Alexandre II.

Pérdicas III da Macedónia
Nascimento século IV a.C.
Morte 359 a.C.
Macedónia Antiga
Progenitores
Filho(s) Amintas IV da Macedónia
Irmão(s) Eurynoe, Filipe II da Macedónia, Menelau (filho de Amintas III), Alexandre II da Macedónia
Ocupação monarca
Religião religião na Grécia antiga

Pelos cálculos de Jerônimo de Estridão, Pérdicas reinou por seis anos, de 368 a.C. a 362 a.C., sucedendo a Ptolomeu Alorita e sendo sucedido por Filipe[1]

Filho de Amintas III e Eurídice, era muito novo quando Alexandre II foi assassinado por Ptolomeu de Aloros, que desde então governou como regente. Pérdicas matou-o e tomou o trono.

Do reinado de Pérdicas temos muito pouca informação. Sabe-se apenas que ele estava em um momento envolvido em hostilidades com Atenas, em conta de Anfípolis, e que foi famoso por seu patrocínio aos homens de letras. Entre estes dizem-nos que Eufreu, um discípulo de Platão, levantou-se a um lugar mui alto em seu favor, da forma mais completa para governar o jovem rei, e excluiu da sua sociedade todos, mas os filósofos e geômetras.

Ele tentou reconquistar a parte superior da Macedônia,pertencente ao rei Bárdilis I da Ilíria, mas a expedição terminou em desastre, com o rei morto.

Pérdicas acabou por morrer numa batalha contra Bárdilis, e foi sucedido pelo seu jovem filho, Amintas IV. O trono foi usurpado em pouco tempo pelo irmão bem mais jovem de Pérdicas II, Filipe II.


Ver tambémEditar

Caixa de sucessão baseada em Jerônimo de Estridão[1]

Precedido por
Ptolomeu Alorita
Rei da Macedónia
368362 a.C.
Sucedido por
Filipe II

Referências

  1. a b Jerônimo de Estridão, Crônica
  Este artigo sobre história ou um(a) historiador(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.