PSafe

startup brasileira que desenvolve aplicativos de ferramentas para telefones celulares

PSafe é uma empresa de segurança digital líder de mercado na América Latina. De origem brasileira, ela desenvolve produtos de cibersegurança para pessoas e empresas. Os seus aplicativos B2C para pessoas físicas já contabilizam mais de 300 milhões de instalações, e sua solução B2B, desenvolvida para proteger a privacidade e dados empresariais, está expandindo rapidamente.

PSafe
Razão social PSafe Tecnologia S.A.
Empresa de capital fechado
Atividade Software
Fundação novembro de 2010 (2010-11)
Fundador(es)
  • Marco DeMello
  • Benjamin Myers
Sede San Francisco, Califórnia, EUA
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil
Proprietário(s) Grupo CyberLabs
Presidente Marco DeMello
Produtos dfndr enterprise, dfndr security, dfndr performance, dfndr vpn
Website oficial www.psafe.com/pt-br/

A empresa tem operação no Brasil[1] e nos Estados Unidos[2] e reúne mais de 6 milhões de usuários ativos, entre pessoas físicas e jurídicas, além de deter o principal laboratório de pesquisas em cibersegurança da América Latina, o dfndr lab.

Ao lado da Movile (iFood, etc.) e Nubank, foi apontada por especialistas como candidata a ser o terceiro "unicórnio" do Brasil.[3] Em 2021, a PSafe passou por uma fusão com a startup brasileira de inteligência artificial (IA), a CyberLabs, tornando-se parte do Grupo CyberLabs, atualmente a maior companhia de inteligência artificial e cibersegurança da América Latina.

HistóriaEditar

2010Editar

A PSafe foi fundada em novembro de 2010 pelo Grupo Xangô – holding carioca criada para desenvolver startups no país, após um aporte de investimentos na ordem de US$ 15 milhões, oriundos de três fundos de capital de risco: Redpoint Ventures, Index Ventures e BV Capital. A PSafe, em poucas semanas, abriu um escritório no Rio de Janeiro, contratou 30 funcionários e desenvolveu seu primeiro produto: um antivírus gratuito.[4]

2011Editar

O antivírus PSafe atingiu a marca de 100 mil usuários.

2012Editar

A empresa expandiu sua atuação e se dividiu em quatro áreas: antivírus, armazenamento em nuvem, antiphishing e acelerador de conexão.

2013Editar

Em agosto de 2013, a empresa formalizou uma parceria com a BitDefender,[5] empresa de soluções em antivírus e incorporou parte do software da BitDefender em seus produtos. Recebeu nova rodada de investimentos e continuou sua expansão de portfólio.

2014Editar

Em 2014, a PSafe alcançou 30 milhões de usuários ativos para desktops e 21 milhões de usuários ativos para Android. As metas e objetivos traçados junto aos investidores elevaram a estimativa de valor da empresa a US$ 130 milhões.[6]

2015Editar

Em 2015, a PSafe anunciou uma parceria com o Avira Antivírus e seus dois novos produtos, o PowerPRO e o SafeWifi, e confirmou sua internacionalização, após receber novo investimento de US$ 30 milhões.[7]

O PSafe Total Android se tornou o app brasileiro mais baixado da Play Store. A startup foi a primeira da América Latina a alcançar valor de mercado maior que R$ 1 bilhão. Em outubro, anunciou sua expansão para o México.

2016Editar

Em 2016, abriu o seu primeiro escritório no México[8] e cresceu a sua atuação nos países latino-americanos, como Argentina, Chile, Colômbia, Peru, Equador, etc.

2017Editar

Em janeiro, em decisão histórica, a justiça deu ganho de causa à PSafe em processo de concorrência desleal por parte da gigante chinesa Baidu[9]. Em abril, a empresa alterou o nome do seu aplicativo móvel de segurança, que deixou de ser PSafe Total para se tornar dfndr[10]. A mudança ocorreu como forma de afinar o nome dos aplicativos com a estratégia de expansão global. Abertura do escritório nos Estados Unidos[11].

Criação e lançamento do dfndr lab,[12] o laboratório da PSafe especializado em cibersegurança que une white hat hackers e tecnologia de ponta para detecção de ameaças virtuais.

2018Editar

Em 2018, a PSafe expandiu sua atuação lançando os aplicativos dfndr vault, dfndr VPN e dfndr performance. Foi lançada também a nova identidade visual[13] da PSafe com a cor roxa e novos escudos e o dfndr security ganhou uma versão premium no Android.

Em maio de 2018, o dfndr security foi certificado pela AV-Test, que analisa os aplicativos de segurança digital para dispositivos móveis com sistema Android[14].

2019Editar

O app carro-chefe da PSafe, dfndr security, chega ao iOS e ganha também sua versão Premium.

2020Editar

A PSafe entra no mercado B2B com a solução contra vazamentos de dados empresariais, dfndr enterprise.[15]

2021Editar

Em janeiro, a PSafe identificou um megavazamento de dados[16] que potencialmente colocava em vulnerabilidade as informações de toda a população brasileira, incluindo CPF, de mais de 223 milhões de cidadãos. O vazamento foi amplamente noticiado na mídia, sendo considerado um dos maiores vazamentos de dados da história do Brasil.

No mês seguinte, a empresa anunciou a fusão com a CyberLabs,[17] startup brasileira de inteligência artificial (IA), tornando-se parte do maior grupo de Inteligência Artificial e soluções de IA para cibersegurança da América Latina, o Grupo CyberLabs.

Em junho, a PSafe fez uma parceria com a seguradora global AIG para oferecer um seguro especializado para empresas contra ataques de ransonware.[18]

ProdutosEditar

dfndr security (antigo PSafe Total[19])Editar

Aplicativo para Android e iOS que oferece ferramentas de segurança, performance e limpeza. Agrega diversas funções gratuitas como pagas para melhorar a proteção, memória e velocidade dos celulares como:

  • Antivírus completo (detecta e elimina vírus e malwares);
  • Bloqueio de Hackers (alerta contra links de sites falsos e maliciosos em tempo real, dentro do WhatsApp, Facebook Messenger, SMS e navegador);
  • Alerta contra Clonagem de WhatsApp (alerta imediatamente o usuário quando terceiros tentam acessar sua conta de WhatsApp);
  • Limpeza de memória (identifica e remove arquivos, atividades e programas desnecessários e lixo eletrônico);
  • Antifurto (localiza e bloqueia o acesso ao aparelho por meio de comandos remotos em caso de roubo e furto);
  • Resfriar CPU (resfria e evita que o celular fique muito quente);
  • Acelerador de Internet (verifica a velocidade da sua conexão wi-fi, 3G e 4G);
  • Proteção contra roubo de Wi-Fi - identifica todos os dispositivos conectados à sua rede Wi-Fi.

Após receber críticas pela quantidade excessiva de anúncios dentro do aplicativo, a empresa lançou a possibilidade de assinatura para remoção de anúncios. O aplicativo oferece, em sua versão premium:

  • Alerta de roubo de identidade (com checagens ilimitadas para saber se e-mail e senha foram vazados na deep web e dark web);
  • Instalação segura de apps (detecta aplicativos maliciosos antes da instalação);
  • Proteção da privacidade (Verifica quais apps instalados apresentam possíveis ameaças à privacidade) e mais benefícios na função Antifurto (capaz de apagar todos os dados de seu aparelho remotamente e tirar uma foto de um intruso mediante comando, em caso de roubo e furto).

dfndr enterpriseEditar

Solução contra vazamentos de dados corporativos desenvolvida para auxiliar pequenas e médias empresas em sua segurança digital. A solução monitora e identifica riscos de ameaças digitais que possam causar o vazamento de dados, reduzindo significativamente as chances das empresas serem penalizadas pelas altas multas da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados). É capaz de detectar e bloquear golpes virtuais em tempo real, utilizando técnicas avançadas de análise comportamental, heurística e inteligência artificial em tempo real. A solução envia ainda relatórios semanais de segurança para acompanhamento e realiza análise de sites e infraestrutura das empresas.

Atualmente, o dfndr enterprise oferece suporte aos sistemas Android, Windows, iOS, macOS, e aos navegadores Chrome, Firefox e Edge. Em breve, também estará disponível no sistema operacional Linux.

dfndr labEditar

Laboratório de segurança especializado em identificar ameaças digitais. O laboratório possui um site onde é possível checar a segurança de URLs (sites e páginas da web).

dfndr VPNEditar

Aplicativo que conecta a qualquer rede com criptografia completa dos seus dados. Requer uma assinatura paga para ter suas funções completas liberadas.

dfndr performanceEditar

Versão do dfndr security, dedicada a otimização do espaço de memória e performance do aparelho.

dfndr battery (Antigo PowerPRO)Editar

Aplicativo gratuito que ajuda a economizar bateria do seu telefone e a proteger o aparelho durante o carregamento.

Produtos descontinuadosEditar

PSafe Total Windows: O antivírus PSafe Total Windows foi descontinuado em fevereiro de 2017. [20]

SafeWifi: Produto descontinuado. O SafeWifi oferecia internet móvel segura e gratuita para bares, restaurantes e estabelecimentos comerciais do Brasil. Além disso, disponibilizava modens de conexão 4G rápida e segura para táxis[21]

dfndr vault: Em 2021, o aplicativo de privacidade que criptografa imagens, vídeos e documentos no celular foi descontinuado[22].

Referências

  1. «Nathan Lustig – Ep 23 Marco DeMello, Building a Digital Security Company in Brazil that Serves The World». www.nathanlustig.com (em inglês). Consultado em 11 de novembro de 2017 
  2. «Brasileira PSafe abre filial no Vale do Silício - Link - Estadão». link.estadao.com.br. Consultado em 11 de novembro de 2017 
  3. «Primeiro 'unicórnio' pode colocar Brasil no mapa global de startups - Link - Estadão». Estadão 
  4. «Start-up brasileira cria antivírus gratuito que roda na nuvem.». Consultado em 9 de março de 2014 
  5. «Bitdefender and PSafe Launch Partnership to Deliver Malware Protection to Brazilians». Bitdefender. 15 de agosto de 2013. Consultado em 9 de março de 2014 
  6. Sreeharsha, Vinod (14 de dezembro de 2013). «Chinese Firm Increases Stake in Brazilian Tech Company». New York Times. Consultado em 9 de março de 2014 
  7. Ruvolo, Julie. «Expanding In Latin America, Brazilian Anti-Virus Startup PSafe Raises $30M». TechCrunch. Consultado em 9 de julho de 2015 
  8. Brigatto, Gustavo (29 de outubro de 2015). «Brasileira PSafe, de segurança, inicia operação no México». Valor Econômico 
  9. Rover, Tadeu (28 de janeiro de 2017). «Baidu é condenada por aplicativo que sugeria desinstalar concorrente». Consultor Jurídico. Consultor Jurídico. Consultado em 11 de junho de 2021 
  10. Estadão Conteúdo (21 de abril de 2017). «Antivírus da PSafe trocará de nome de olho nos EUA». Gazeta do Povo. Gazeta do Povo. Consultado em 11 de junho de 2021 
  11. PSafe. «PSafe Launches in U.S. to Safeguard Connected Experiences». www.prnewswire.com (em inglês). Consultado em 11 de novembro de 2017 
  12. «Está na dúvida se um site pode ser malicioso? Nova página vai te responder - Notícias - Tecnologia». Tecnologia 
  13. Bonetti, Luciano (26 de março de 2018). «PSafe lança marca global de sua linha de produtos». ABC da Comunicação. Consultado em 11 de junho de 2021 
  14. «AV-TEST Product Review and Certification Report – May/2018». AV-TEST - The independent IT-Security Institute 
  15. Fabro, Clara (25 de novembro de 2020). «PSafe lança ferramenta gratuita contra vazamentos de dados em empresas». TechTudo. TechTudo. Consultado em 11 de junho de 2021 
  16. Gomes Batista, Henrique (10 de fevereiro de 2021). «Vazamento de dados: empresa encontra indícios de roubo de informações de 100 milhões de números de celular». O Globo. O Globo. Consultado em 11 de junho de 2021 
  17. Redação (13 de fevereiro de 2021). «CyberLabs e PSafe anunciam fusão e criam o maior grupo de segurança cibernética da América Latina - Forbes Brasil CyberLabs e PSafe anunciam fusão e criam o maior grupo de segurança cibernética da América Latina». Forbes Brasil. Forbes Brasil. Consultado em 11 de junho de 2021 
  18. «EXCLUSIVO: PSafe e AIG se juntam para oferecer seguro contra ataques cibernéticos para empresas». Forbes Brasil. 29 de junho de 2021. Consultado em 1 de dezembro de 2021 
  19. Franco, Carolina (5 de maio de 2017). «PSafe Total agora é dfndr security». PSafe. Consultado em 14 de junho de 2021 
  20. Rocha, Leonardo (26 de janeiro de 2017). «PSafe descontinua pacote de proteção para Windows e vai focar em Android». TECMUNDO. Consultado em 7 de junho de 2021 
  21. «Táxis do Brasil vão ganhar internet 4G rápida e segura - PSafe Blog». Consultado em 6 de julho de 2015 
  22. «Aviso dfndr vault». PSafe. PSafe. 10 de março de 2021. Consultado em 11 de junho de 2021 

Ligações externasEditar