iOS

sistema operacional móvel
 Nota: Para outros significados, veja IOS (desambiguação).

iOS (antes chamado de iPhone OS) é um sistema operacional móvel da Apple Inc. desenvolvido originalmente para o iPhone, iPod Touch e o iPad até a introdução do iPadOS em 2019, um sistema derivado do iOS. A Apple não permite que o iOS seja executado em hardware de terceiros.[2] As versões principais do iOS são lançadas anualmente.

iOS
iPhone OS
Versão do sistema operativo MacOS/Unix-like
Produção Apple
Linguagem C, C++, Objective-C, Swift, Java
Modelo Código fechado
Lançamento 29 de junho de 2007 (2007-06-29)
Versão estável iOS 17.3[nota 1] v • e
Versão em teste 17 beta 2[1]
Mercado-alvo Smartphone, tablet, reprodutor de mídia portátil
Método de atualização OTA (a partir do iOS 5), Finder (MacOS Catalina ou superior) ou iTunes (Windows ou MacOS (anterior ao MacOS Catalina))
Arquitetura(s)
Gestão de pacotes App Store, Cydia (com Jailbreak)
Núcleo Kernel XNU, Darwin
Interface Cocoa Touch (multi-touch, GUI)
Licença Proprietário EULA, exceto para componentes open source
Página oficial www.apple.com/ios
Estado de desenvolvimento
Estável, Ativo.

A interface do usuário do iOS é baseada no conceito de manipulação direta, utilizando gestos em multi-toque. A interação com o sistema operacional inclui gestos como apenas tocar na tela, deslizar o dedo, e o movimento de "pinça" utilizado para se ampliar ou reduzir a imagem. Acelerômetros internos são usados por alguns aplicativos para responder à agitação do aparelho (resultando comumente no comando desfazer) ou rotação do mesmo (resultando comumente na mudança do modo retrato para modo paisagem). O iOS consiste em quatro camadas de abstração: a camada Core OS, a camada Core Services, a camada mídia, e a camada Cocoa Touch.

História editar

O sistema operacional foi apresentado com o iPhone na Macworld Conference & Expo em 9 de janeiro de 2007, e lançado no mês de junho. Inicialmente, as aplicações de terceiros não eram permitidas. Steve Jobs argumentou que os desenvolvedores poderiam criar aplicativos na web que "se comportam como aplicações nativas no iPhone". Em 17 de outubro de 2007, a Apple anunciou que a SDK nativa estava em desenvolvimento e que eles esperassem para colocá-la nas "mãos dos desenvolvedores".

Em 6 de março de 2008, a Apple lançou o primeiro beta, juntamente com um novo nome para o sistema operacional: o "iPhone OS". A rápida venda de dispositivos móveis da Apple acendeu interesse no SDK. A Apple também vendeu mais de um milhão de iPhones durante uma temporada de feriados de 2007. Em 27 de janeiro de 2010, a Apple anunciou o iPad, com uma tela bem maior do que o iPhone e iPod touch, e projetado para navegar na web, consumo de mídia, e da leitura de iBooks. O nome "iOS" foi usado pela Cisco Systems. Para evitar qualquer ação judicial em potencial, a Apple licenciou o "iOS" uma marca registrada da Cisco.[3]

Atualizações editar

A Apple oferece diversas pequenas atualizações para o iOS de três em três meses, além das sub-atualizações para correções de segurança. Além disso, uma vez por ano há uma grande atualização do sistema, com novidades significativas. Estas grandes atualizações costumam acontecer na metade do segundo semestre (entre setembro e outubro).

Funcionalidades editar

Tela Inicial editar

 Ver artigo principal: SpringBoard

A tela inicial (conhecida também como "SpringBoard") mostra ícones de aplicações e um dock na parte inferior da tela onde os usuários podem fixar seus aplicativos mais utilizados. A tela inicial é exibida sempre que o usuário desbloqueia o dispositivo ou pressiona o botão "Home" enquanto em outro aplicativo. A tela possui uma barra de status na parte superior para exibir dados, tais como horário, nível de bateria e força do sinal de rede e Wi-Fi.

Desde o iPhone OS 3, uma função de pesquisa está disponível na página à esquerda da página da tela inicial que permite aos usuários pesquisar mídia (músicas, vídeos, podcasts, etc), aplicações e-mails, contatos, mensagens, lembretes, eventos de calendário e arquivos similares existentes no aparelho. A partir do iOS 7, esse recurso pode ser acessado ao puxar para baixo qualquer lugar na tela inicial.

A partir do iOS 4, o usuário pôde definir a imagem do fundo da tela inicial. Esta funcionalidade só esteve disponível a partir do iPhone 3GS, iPod Touch de 3ª geração e iPad.

A partir do iOS 14, o usuário pôde adicionar widgets na tela inicial e organizar os apps instalados na biblioteca de aplicativos.

Pastas editar

Com iOS 4, foi introduzido um sistema de pastas. Qualquer aplicativo pode ser arrastado para cima de outro para criar uma pasta (com exceção da Banca, a partir do iOS 5, que age como uma pasta)[4] e, a partir daí, mais aplicativos podem ser adicionados à pasta usando o mesmo procedimento. Um título para a pasta é automaticamente adicionado a partir da categoria de aplicações inseridas, porém o nome pode ser editado pelo usuário. Pastas não podem ser colocadas dentro de outras pastas.[5]

Central de Notificações editar

A partir do iOS 5, as notificações aparecem na Central de Notificações que podem ser acessadas puxando para baixo a partir do canto superior da tela. As notificações podem ser entregues em pequenos banners que aparecem acima da barra de status. O usuário pode visualizar o conteúdo com um toque na notificação.[2][6]

Quando um aplicativo envia uma notificação enquanto fechado, um emblema vermelho aparecerá no canto do seu ícone. Este emblema informa ao usuário quantas notificações o aplicativo enviou. Abrindo-se o aplicativo, o emblema é limpo.[6]

Central de Controle editar

Com o iOS 7 foi introduzido uma Central de Controle que pode ser acessada puxando para cima a partir do canto inferior da tela. Nela existem opções para ativar/desativar o modo avião, Wi-Fi, bluetooth, modo "não perturbe" e bloqueio de tela, além de opções de brilho, controles de música e audio, AirDrop, AirPlay e atalhos para lanterna, relógio, calculadora e câmera.[2][7]

Widgets, Biblioteca de Aplicativos e Picture in Picture (PiP) editar

A partir do iOS 14, o sistema mudou bastante, a começar pela experiência, já que agora podemos colocar widgets na Tela de Início e temos uma Biblioteca de Apps que facilita a organização, caso você tenha uma infinidade de aplicativos instalados.

A interface também está mais refinada, com chamadas compactas (que não ocupam mais a tela inteira), um novo visual para a Siri (também deixando a tela desobstruída), vídeos em Picture-in-Picture (PiP) e mais.[8]

Tela bloqueada com mais informações editar

No iOS 16 a Apple passou a permitir uma maior configuração da tela bloqueada, sendo possível colocar pequenos widgets de informação inspirados nas Complicações do Apple Watch. O usuário poderá mudar a fonte usada no horário da tela e a imagem de fundo poderá ter um recorte que deixa um pedaço do horário coberto.[9] O processo para alterar entre várias telas também é bastante similar ao visto na mudança de mostradores do Apple Watch.

Aplicativos inclusos editar

O sistema possui aplicativos nativos, que são instalados juntamente com o sistema e não podiam ser desinstalados até a chegada do iOS 10 em 2016 que passou a permitir a exclusão. Os apps nativos podem ser reinstalados indo até o aplicativo da App Store.

Siri editar

 Ver artigo principal: Siri (software)

Siri é um assistente pessoal inteligente que funciona como um aplicativo nos dispositivos suportados. O serviço, dirigido por comandos de voz do usuário, pode fazer uma variedade de diferentes tarefas, como ligações ou envio de mensagens de texto para alguém, abrir um aplicativo, pesquisar na web, encontrar locais ou direções, e responder à questões de conhecimentos gerais. Siri foi atualizado no iOS 7 com uma nova interface, respostas mais rápidas, suporte para o Wikipedia, Twitter e Bing, além de uma alteração na voz para parecer mais humano.[10][11] Siri está disponível apenas na iPhone 4S ou posterior, a quinta geração do iPod Touch, o iPad Mini e o iPad (3ª geração) e posteriores.[10]

Game Center editar

 Ver artigo principal: Game Center

Game Center é uma "rede social de jogos", lançado pela Apple, e foi anunciado durante um evento do iOS 4 em 8 de abril de 2010. Foi lançado em 8 de setembro de 2010, com iOS 4.1 no iPhone 4, iPhone 3GS e iPod touch de 2 ª geração e posteriores. O Game Center só foi suportado no iPad com o iOS 4.2.1.

Versões do sistema editar

iPhone OS 1 editar

 Ver artigo principal: iPhone OS 1

A primeira versão do sistema de multitoque para dispositivos móveis, foi apresentado inicialmente como uma versão móvel do OS X, porém recebeu o nome de iPhone OS no dia 3 de março de 2008, com o lançamento do kit de desenvolvimento do iPhone, ou iPhone SDK.

iPhone OS 2 editar

 Ver artigo principal: iPhone OS 2

Lançada juntamente com o iPhone 3G, a grande melhoria desta versão foi a inclusão pela primeira vez da App Store, tornando a instalação de aplicativos criados por terceiros disponíveis a serem instalados no iPhone e iPod touch.

iPhone OS 3 editar

 Ver artigo principal: iPhone OS 3

A versão foi lançada em 17 de junho de 2009 juntamente com o iPhone 3GS, e trouxe como destaques a função copiar e colar, e MMS.

iOS 4 editar

 Ver artigo principal: iOS 4

Lançado no dia 21 de junho de 2010, foi o primeiro lançamento do sistema chamado simplesmente de "iOS". A grande novidade desta versão foi a inclusão da função multitarefa no sistema.

iOS 5 editar

 Ver artigo principal: iOS 5

Uma prévia do sistema iOS 5 foi apresentada no dia 6 de junho de 2011, durante o evento da WWDC 2011. No mesmo evento foi lançado uma prévia também do novo sistema operacional para computadores Apple, o Mac OS X Lion, e anunciado um serviço baseado na nuvem, chamado iCloud. Nesta versão foi apresentado pela primeira vez a central de notificações, possibilidade de editar fotos e integração com o novo serviço, o iCloud, além de integração com o Twitter e acesso rápido a câmera pela tela de bloqueio.[12][13]

iOS 6 editar

 
Tela inicial do iOS 6
 Ver artigo principal: iOS 6

Esta versão trouxe aproximadamente 100 novos recursos, dentre eles, os mais relevantes, a função Não Perturbe (faz com que não receba notificações por um período determinado pelo usuário), o novo aplicativo Mapas e acesso guiado para GPS, Passbook, mudança no layout da App Store e compatibilidade da rede 3G com o Facetime. A última versão foi a versão 6.1.6 onde foi corrigido um problema do Safari no iPod Touch 3,4 e iPhone 3GS que foi liberado junto com o iOS 7.0.6. A versão 6.1.4 somente para o iPhone 5, que atualizou o perfil de áudio para viva-voz.[14] A sexta versão do iOS é compatível com iPhone 3GS, iPhone 4 e 4s, iPhone 5, iPod Touch de quarta e quinta geração, iPad 2, iPad 3ª geração e iPad Retina e iPad mini.[15]

iOS 7 editar

 Ver artigo principal: iOS 7

Esta versão ficou disponível ao público em 18 de setembro de 2013 e foi apresentada ao público no WWDC 2013, evento anual da Apple que ocorreu dia 10 de junho de 2013. O sistema é compatível com iPhone 4 e posteriores, iPad 2, Retina, Air e iPod touch de 5ª geração.

O iOS 7 apresentou a maior mudança de interface gráfica entre uma versão atual e a anterior desde sua primeira versão. Além das mudanças visuais, o sistema também adquiriu uma nova ferramenta de acesso rápido aos aplicativos mais utilizados, como calculadora, lanterna (luzes do flash), temporizador, câmera, AirDrop, além de poder ativar e desativar algumas funções do sistema, como desativar a rede Wi-Fi e ajustar o brilho. Todos os ícones de aplicativos nativos ganharam novo design e layouts internos. Siri (assistente de voz da Apple), agora possui também a opção de voz masculina para a voz inglesa.[2]

A última versão menor do iOS 7 lançada foi a 7.1, no dia 10 de março de 2014, apresentando mudanças estéticas no sistema, como reparos de segurança e algumas mudanças no design.[16]

iOS 8 editar

 Ver artigo principal: iOS 8

Sua oitava versão, conhecida como iOS 8, foi disponibilizada ao público no dia 17 de setembro de 2014 e estava disponível através do iTunes ou OTA (over the air, em português, "atualização pelo ar", método de atualização pelo próprio aparelho via Wi-Fi). Essa versão do sistema operacional foi apresentada ao público no WWDC 2014, evento anual da Apple que ocorreu dia 2 de junho de 2014.[17]

As principais novidades do iOS 8 começam pelo aplicativo Mensagens, que ganhou diversas melhorias como envio de áudio, localização, criação e gerenciamento de grupos. Outro aplicativo fortemente aprimorado foi o Fotos, que trouxe mais ferramentas para edição e manuseio de fotografias. O aplicativo Saúde, é um aplicativo inteiramente novo da versão. Nele diversas informações médicas, níveis biológicos e de saúde do usuário são unidos e organizados, possibilitando um monitoramento constante. A versão menor 8.3 foi lançada no dia 13 de abril de 2015, apresentando compatibilidade com o Apple Watch, melhorias para o aplicativo Saúde (Health), maior estabilidade e correções de erros, além da assistente virtual Siri em diversas línguas, incluindo o Português do Brasil.[18]

iOS 9 editar

 Ver artigo principal: iOS 9

Esta versão foi lançada em 16 de setembro de 2015 ao público. O sistema é compatível com iPhones (4s ou superior), iPads (2 ou superior) e iPods touch 5 ou superior.

De acordo com a Apple esta versão torna o fundamento do iOS ainda mais forte. Alguns dos refinamentos incluem a otimização da bateria, que fornece ao usuário típico até uma hora adicional de vida útil, e um modo de baixo consumo de energia para estender a vida da bateria. Outra novidade é que as atualizações de software requerem menos espaço e que o recurso de instalação pode executar atualizações quando o dispositivo não estiver em uso e recursos avançados de segurança vão manter os dispositivos da Apple ID mais seguros.[19]

iOS 10 editar

 Ver artigo principal: iOS 10

iOS 10 é a décima versão do sistema operacional móvel iOS, desenvolvido pela Apple Inc. É o sucessor do iOS 9. O sistema foi anunciado na Worldwide Developers Conference 2016 (WWDC) da empresa, em 13 de junho de 2016. O iOS 10 foi lançado no dia 13 de setembro de 2016, às 14:00.

O iOS 10 introduz diversas melhorias no sistema, incluindo a expansão do uso do 3D Touch, tela de bloqueio remodelada e suporte para widgets. O aplicativo Mensagens recebeu atualizações para a comunicação de diversas maneiras. Apple Maps foi redesenhado com novas extensões que o permite interagir com outros aplicativos. Siri poderá ser integrada a aplicativos de terceiros para realizar tarefas específicas, como mandar mensagens e efetuar pagamentos.

iOS 11 editar

 Ver artigo principal: iOS 11

iOS 11 é a décima primeira versão do sistema operativo iOS desenvolvido pela Apple, como o sucessor do iOS 10. Anunciado durante a Apple Worldwide Developers Conference em 5 de junho de 2017. A primeira versão beta foi lançada para os desenvolvedores logo após a apresentação e com o seu provável lançamento para testes em fase pública no final de junho de 2017 e uma versão para o consumidor final no final de 2017.

Com a introdução do iOS 11, mudanças significativas são esperadas para o sistema operativo. A tela de descanso e a tela de notificações foram combinadas, permitindo todas as notificações serem mostradas com o deslizar de dedos e deslizando para cima para fechar a mesma. As diferentes abas da central de controle foram também combinadas para uma única experiência do usuário e permitindo ações com a utilização do Force touch nos ícones para mostrar mais opções além de também permitir a customização dos ícones aparentes. Outro recurso que também recebeu uma repaginação total desde a sua última atualização foi a App Store (iOS) onde começará a mostrar informações ainda mais relevantes sobre os aplicativos, incluindo uma nova página inicial com detalhes e noticias dos aplicativos, assim permitindo um foco também editorial e de destaques do dia.

O iPad também ganhou recursos novos e alguns exclusivos como a possibilidade de utilização do Drag-and-drop (clicar e arrastar), multi-tarefas e além disso, permitir a adição de várias telas lado-a-lado.

A Siri (software) também está passando por uma repaginação com machine learning onde ela aprenderá os seus costumes de maneira mais fluente e saberá continuar com conversas aproveitando inclusive os gostos e últimas pesquisas do usuário em outros aplicativos para ter uma conversa mais pessoal.

O iOS 11 deixará de suportar aparelhos com arquitetura de 32 bits: iPhone 5, iPhone 5C e a quarta geração do iPad. É a primeira versão do iOS a suportar exclusivamente dispositivos com processadores de 64 bits.

iOS 12 editar

 Ver artigo principal: iOS 12

iOS 12 é o décimo segundo maior lançamento do sistema operacional móvel iOS, desenvolvido pela Apple Inc., sendo o sucessor do iOS 11. Foi anunciado na Conferência Mundial de Desenvolvedores da empresa em 4 de junho de 2018. A estética é semelhante ao do iOS 11, mas contém vários recursos, melhorias na duração de bateria e atualizações de segurança, além de funcionalidades adicionais dentro de alguns aplicativos. Foi lançado ao público em 17 de setembro de 2018.

iOS 13 editar

 Ver artigo principal: iOS 13

O iOS 13 é a décima terceira versão principal do sistema operacional móvel iOS, desenvolvido pela Apple. O sucessor do iOS 12 foi anunciado na Apple Worldwide Developers Conference em 3 de junho de 2019 e lançado em 19 de setembro de 2019.

O iOS 13 e o iPadOS 13 foram introduzidos pelo diretor de engenharia de software Craig Federighi e a primeira versão beta foi disponibilizada aos produtores de software registados após a apresentação. A segunda versão beta foi lançado para desenvolvedores registados em 18 de junho de 2019 e o primeiro beta público foi lançado em 24 de junho de 2019.

iOS 14 editar

 Ver artigo principal: iOS 14

O iOS 14 é a décima quarta versão principal do sistema operacional móvel iOS desenvolvido pela Apple Inc. para suas linhas iPhone, iPod Touch e HomePod. Foi anunciado na Worldwide Developers Conference da empresa em 22 de junho de 2020 como sucessor do iOS 13. Foi lançado oficialmente ao público no dia 16 de setembro de 2020.

iOS 15 editar

 Ver artigo principal: iOS 15

O iOS 15 é a décima quinta e atual versão principal do sistema operacional móvel iOS desenvolvido pela Apple para suas linhas de produtos iPhone e iPod Touch. Foi anunciado na Worldwide Developers Conference da empresa em 7 de junho de 2021, como o sucessor do iOS 14, e lançado ao público em 20 de setembro de 2021.

iOS 16 editar

 Ver artigo principal: iOS 16

O iOS 16 é a décima sexta versão do sistema operacional móvel iOS desenvolvido pela Apple para sua linha de produtos iPhone. Foi anunciado na Worldwide Developers Conference da empresa em 6 de junho de 2022, como o sucessor do iOS 15.

A versão pública do iOS 16 foi lançada em 12 de setembro de 2022, enquanto a versão beta pública foi lançada em agosto de 2022.

iOS 17 editar

O iOS 17 foi anunciado na WWDC em 5 de junho de 2023, é o sucessor do iOS 16 e será a décima sétima próxima versão atual e principal do iOS.

Ver também editar

Notas

  1. Última atualização da versão do sistema no artigo feita em 27 de janeiro de 2024.

Referências

  1. https://www.iclarified.com/90972/apple-releases-ios-17-beta-2-and-ipados-17-beta-2-download  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  2. a b c d «iOS». Apple 
  3. Tartakoff, Joseph (7 de junho de 2010). «Apple Avoids iPhone-Like Trademark Battle Thanks To Cisco, FaceTime Deals» (em inglês). Gigaom 
  4. Pereira, Halex (21 de setembro de 2009). «Saiba como vai funcionar a Newsstand, nova banca de revistas do iOS 5». MacMagazine 
  5. Bijora, Helito (26 de agosto de 2012). «Como criar uma pasta de aplicativos no iPhone?». TechTudo 
  6. a b «Usar as notificações no iPhone, iPad e iPod touch». Apple. 26 de dezembro de 2016 
  7. «Usar a Central de Controle no iPhone, iPad e iPod touch». Apple. 16 de fevereiro de 2017 
  8. «Chegou o iOS 14 com nova tela de início, interfaces compactas, app Mensagens renovado e muito mais!». MacMagazine. 16 de setembro de 2020. Consultado em 12 de agosto de 2022 
  9. «iOS 16 traz novidades para a tela bloqueada do iPhone » Blog do iPhone». Blog do iPhone 
  10. a b «Siri» (em inglês). Apple 
  11. Barros, Thiago (26 de setembro de 2013). «Conheça os novos comandos da assistente Siri no iOS 7». TechTudo 
  12. «Saiba o que muda com o iOS5, o novo sistema operacional para iPhone e iPad». Uol Notícias - Tecnologia 
  13. Silva, Rafael (6 de junho de 2011). «iOS 5: integração com Twitter, centro de notificações e outros». Tecnoblog 
  14. «Atualização de Software iOS 6.1.4». Suporte Apple 
  15. Barros, Thiago (12 de setembro de 2012). «O que há de novo no iOS 6?». TechTudo 
  16. «Apple libera versão pública do iOS 7.1 para todos os usuários». Blog do iPhone. 10 de março de 2014 
  17. «WWDC 2014: Apple apresenta os sistemas iOS 8 e OS X Yosemite». TechTudo 
  18. Rafael Fischmann (9 de março de 2015). «iOS 8.2 está agora disponível, trazendo compatibilidade com o Apple Watch, melhorias no app Saúde e mais [atualizado: links diretos]». MacMagazine. Consultado em 9 de março de 2015 
  19. «Nova versão da plataforma da Apple traz melhorias na Siri». IG Tecnologia. 16 de setembro de 2015. Consultado em 16 de setembro de 2015 

Ligações externas editar