Pacto de Biak-na-Bato

Pacto de Biak-na-Bato, assinado em 14 de dezembro de 1897,[1] criou uma trégua entre o Governador-Geral espanhol Fernando Primo de Rivera e o líder revolucionário Emilio Aguinaldo para encerrar a Revolução Filipina. Aguinaldo e seus companheiros revolucionários seriam anistiados e receberiam uma indenização monetária por parte do governo espanhol e em troca o governo revolucionário partiria para o exílio em Hong Kong. Aguinaldo havia decidido usar o dinheiro para comprar armas de fogo avançadas e munições mais tarde no retorno ao arquipélago[2]:49[3]:232.

O pacto foi assinado em San Miguel, Bulacan, na casa de Pablo Tecson, um capitão revolucionário filipino que serviu como o brigadeiro-general na "Brigada Del Pilar" (tropa militar) do general Gregorio del Pilar durante a Revolução.

Referências

  1. Aguinaldo 1899
  2. Mabini, A., 1969, The Philippine Revolution, Republic of the Philippines dept. of Education, National Historical Commission
  3. Alvarez, S.V., 1992, Recalling the Revolution, Madison: Center for Southeast Asia Studies, University of Wisconsin-Madison, ISBN 1-881261-05-0

BibliografiaEditar