Abrir menu principal


Como ler uma infocaixa de taxonomiaPanthera tigris soloensis
Ocorrência: Pleistoceno superior
ilustração em preto e branco
ilustração em preto e branco
Estado de conservação
Extinta (fóssil)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Carnivora
Família: Felidae
Género: Panthera
Espécie: Panthera tigris
Nome trinomial
Panthera tigris soloensis
Von Koenigswald, 1933

O Tigre de Ngandong(nome científico: Panthera tigris soloensis) foi uma antiga subespécie de tigre extinta que viveu durante o período pleistoceno superior(a aproximadamente 195 mil anos), no que hoje é a Ilha de Java(que antes fazia parte do continente).[1] É considerado o maior tigre que já existiu.[2][3][4] Também é conhecido como Tigre-das-cavernas ou Tigre Gigante do Pleistoceno Superior.

Os estudos sobre esta espécie são difíceis, pois são poucos os fósseis e estes também encontram-se em péssimo estado (os fósseis encontrados pertencem a cerca de 7 ou 10 exemplares).[5] Os primeiros fósseis foram encontrados no vilarejo de Ngandong em Java.

Índice

CaracterísticasEditar

Com base nos fósseis, acreditava-se que o Tigre de Ngandong possuía cerca de 3.50 metros de comprimento, 1.20 metros na altura da cernelha e que pesava cerca de 400 kg. Porém, após a descoberta de um fêmur de 48 cm de comprimento, comparado ao maior fêmur de Tigre-siberiano já encontrado que media 43 cm e ao fêmur do extinto Leão-americano que possui no máximo 46 cm, os especialistas Hetler e Volmer(2007), considerando a medida do fêmur descoberto e utilizando a fórmula Anyonge, concluíram que o animal poderia ter 470 kg(1.040 lbs).[6][7][8]

Ver tambémEditar

Referências

  1. Koenigswald, G. H. R. von (1933). "Beitrag zur Kenntnis der fossilen Wirbeltiere Javas". Wetenschappelijke Mededeelingen Dienst Mijnbouw Nederlansch Oost-Indie 23: 1−127
  2. Ronald Tilson, Philip J. Nyhus, ed. (2009). Tigers of the World: The Science, Politics and Conservation of Panthera tigris. Academic Press.
  3. "Assessing prey competition in fossil carnivore communities — a scenario for prey competition and its evolutionary consequences for tigers in Pleistocene Java". Palaeogeography, Palaeoclimatology, Palaeoecology. 257: 67–80
  4. Paul S Martin (1984). Quaternary Extinctions. The University of Arizona Press. ISBN 0-8165-1100-4.
  5. Ronald Tilson, Philip J. Nyhus, ed. (2009). Tigers of the World: The Science, Politics and Conservation of Panthera tigris. Academic Press.
  6. Ronald Tilson, Philip J. Nyhus, ed. (2009). Tigers of the World: The Science, Politics and Conservation of Panthera tigris. Academic Press.
  7. "Assessing prey competition in fossil carnivore communities — a scenario for prey competition and its evolutionary consequences for tigers in Pleistocene Java". Palaeogeography, Palaeoclimatology, Palaeoecology. 257: 67–80
  8. Paul S Martin (1984). Quaternary Extinctions. The University of Arizona Press. ISBN 0-8165-1100-4.

BibliografiaEditar

  • Hooijer, Dirk Albert.; 1947. Pleistocene remains of Panthera tigris (Linnaeus) subspecies from Wanhsien, Szechwan, China, compared with fossil and Recent tigers from other localities. American Museum Novitates; no. 1346.
  Este artigo sobre Carnívoros pré-históricos, integrado ao WikiProjeto Mamíferos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.