Paramount Têxteis

A Paramount Têxteis é uma empresa brasileira fabricante de tecidos e fibras têxteis, com sede em São Paulo, e unidades fabris no país, sendo elas nas cidades de Bagé e Sapucaia do Sul, no Rio Grande do Sul, e Santa Isabel, em São Paulo.

Paramount Têxteis
Razão social Paramount Têxteis Indústria e Comércio S/A
Fundação 1893 (129 anos)
Fundador(es) Nassib José Mattar
Sede São Paulo
Locais Bagé, Sapucaia do Sul e Santa Isabel (São Paulo)
Presidente Fuad Mattar
Produtos Fiação para malharia e tricô, tecelagem e alfaiataria
Marcas Lacoste,Lansul, Collezione Paramount, Pingouin
Website oficial https://www.paramount.com.br/

É o maior grupo têxtil do Brasil e um dos maiores da América Latina.[1]

Atualmente Fuad Mattar, filho do fundador Nassib José Mattar, comanda o grupo.[2][3] Grande parte da produção têxtil do grupo é exportado para Estados Unidos, Canadá, União Europeia, Japão e alguns países da América Latina.

História[4]Editar

Foi fundada em 1893 pelo imigrante libanês Nassib José Mattar sob o nome Mattar, Azem & Cia.. No início, comercializava tecidos. Somente em 1936, com a mudança de nome para Mattar & Sayon (em 1917), que a sociedade passa a expandir as atividades para o setor industrial.

Em 1942, a sociedade muda o nome social para Indústria de Tecidos Paramount S.A, onde se destaca na tecelagem de seda e de casimiras de pura lã.

Em 1953, inicia as atividades de tecelagem em um galpão próximo à Via Anchieta e em 1956 muda a razão social novamente para Indústrias Paramount S.A.. Adquire a Fiação Cianflone, de Santa Isabel, mudando o nome para Fiação de La Nastar. Em 1966, adquire a Fabrica de Casimiras Adamastor, de Guarulhos.

Na década de 1970, inicia as exportações e incorpora a La Nastar (1971) e a Adamastor (1972) ao grupo. Em 1977, adquire a Lansul, de Sapucaia do Sul (fundada em 1946). Com as incorporações, a empresa novamente muda o nome para Paramount Lansul S.A.

Na década de 80, inaugura uma nova unidade fabril de penteagem de lã em Bagé, no Rio Grande do Sul. Com isso, a produção da unidade de Santa Isabel é transferida e a unidade, desativada. Em 1988, inaugura nova sede administrativa e comercial em São Paulo. Em 1983, assumiu as operações de representação e produção da marca francesa Lacoste,[5] que tinha chegado no país em 1978.[6] A parceria de produção ainda continua, mas a de representação da marca durou até 2009, quando a marca francesa passou as operações de representação à parceira Devanlay.[7]

Em 1990, amplia as atividades da unidade de Sapucaia do Sul, e em 1991, finaliza a implantação de uma fábrica adicional na mesma cidade.

Em 1995, a Paramount adquire a Karibê Industria e Comércio Ltda., de Santa Isabel, uma das maiores fornecedoras de fibra longa do mercado nacional na época.[8] A Santista Têxteis (divisão do grupo Bunge) adquiriu a fábrica em 1988 e transferiu a produção do Belenzinho para essa fábrica em novembro de 1992, antes de encerrar as atividades da unidade de SP. Com a aquisição, em 1999, modernizou toda a planta fabril.[9]

Em 2002 houve a incorporação das empresas controladas Paramount Indústrias Têxteis Ltda. com a Paramount Comércio Exterior S.A.(constituída em 1984), APL Administração e Participações Ltda.(constituída em 1988).

Em 31 de dezembro de 2004, houve uma reorganização societária que resultou na incorporação da Paramount Lansul S.A. pela sua controladora integral, a Karibê Indústria e Comércio Ltda., e teve sua denominação social alterada para Paramount Têxteis Indústria e Comércio S.A.

Unidades de NegócioEditar

O grupo é dividido em quatro unidades de negócios:

  • Lansul e Pingouin: fios para malharia e tricô para trabalhos manuais;
  • Collezione Paramount: tecelagem;
  • Alfaiataria Paramount: vestuário;
  • Tops: tops de lã.[10]

Referências

  1. «TexBrasil: Paramount». TexBrasil 
  2. «Um sonho aos 81 anos - ISTOÉ DINHEIRO». ISTOÉ DINHEIRO. 1 de fevereiro de 2006 
  3. «PEGN - NOTÍCIAS - O incansável sr. Fuad Mattar». revistapegn.globo.com. Consultado em 1 de maio de 2017. Arquivado do original em 1 de fevereiro de 2016 
  4. «Histórico de PARAMOUNT TEXTEIS INDUSTRIA E COMERCIO S/A publicado em 29-05-2014 16:13:59». EconoInfo. Consultado em 1 de maio de 2017 
  5. «O RENASCER DA LACOSTE». ISTOÉ DINHEIRO. 19 de janeiro de 2001. Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  6. «"Minha missão é cuidar do crocodilo"». Época Negócios. 12 de março de 2009. Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  7. «Folha de S.Paulo - Última Moda - Alcino Leite Neto: Lacoste 2º tempo - 08/02/2008». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  8. «Folha de S.Paulo - Paramount compra empresa da Santista - 18/1/1995». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  9. «Histórico do Setor Têxtil» (PDF). Fundação BÜNGE. Consultado em 1 de maio de 2017 
  10. «Site oficial da Paramount Têxteis» 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.