Abrir menu principal
"Parará Tibum"
Single de MC Tati Zaqui
Lançamento 23 de junho de 2014 (2014-06-23)
Gravação 2014
Gênero(s) Funk ousadia, Zouk
Duração 03:05
Gravadora(s) AX8 Artist Management
Composição Tatiane Zaqui Ferreira, Larry Morey, Frank Churchill
Produção Perera DJ
Cronologia de singles de MC Tati Zaqui
"Água na Boca"
(2015)

"Parará Tibum" é uma canção lançada pela cantora brasileira de funk ousadia MC Tati Zaqui. Ela foi disponibilizada no formato de áudio no site YouTube em 23 de junho de 2014 e seu videoclipe foi lançado em 10 de fevereiro de 2015 pelo produtor KondZilla no mesmo site.[1]

SobreEditar

A canção foi produzida pelo DJ Perera e baseada em samples de "Heigh-Ho", canção utilizada no filme Branca de Neve e os Sete Anões, sendo esta uma característica marcante do gênero funk ousadia de utilizar instrumentais de canções infantis.[1] A explosão ao mainstream ocorreu após um suposto vídeo da atriz Bruna Marquezine dançando esta canção, fato que incentivou a Tati a propor a seus fãs que também dançassem.[1][2] O sucesso se tornou tão grande que em poucos dias várias pessoas, principalmente do sexo feminino, estavam gravando vídeos dançando a canção e fazendo os passos que a própria Tati fazia, no chamado #DesafioPararaTibum.[3] A canção, que apresenta como refrão, "Eu vou, eu vou/Sentar agora eu vou/Parará Tibum", foi dançada por várias personalidades, como as cantoras Anitta, Preta Gil e Cláudia Leitte, e esteve entre o top 10 das canções mais baixadas no iTunes brasileiro.[4] Por se transformar em um "hit" nacional, a artista foi entrevistada por diversas mídias de comunicação e reportagens sobre o fenômento Parará Tibum foram feitas em emissoras, como a Rede Record.[5] No mês de fevereiro de 2015, a canção ganhou um videoclipe, produzido por KondZilla, onde o cenário foi baseado no filme supracitado. Em pouco mais de duas semanas, ele já possuía mais de seis milhões de acessos, com opiniões favoráveis e contrárias sobre a canção.[6]

ProibiçãoEditar

Em maio de 2015, a canção foi proibida de ser executada em estações de rádio e emissoras de TV. A proibição veio da Peermusic do Brasil Edições Musicais Ltda., que tem os direitos de “Heigh-Ho”, canção de Larry Morey e Frank Churchill, lançada em 1937 para a animação “Branca de Neve e os Sete Anões”, e que teve seus trechos usados na versão de Tati Zaqui. O sucesso do funk já havia sido registrado no ECAD como autoria de MC Tati.[7] Os detentores da canção original já entraram em contato com a cantora, que acatou o pedido de não executar mais a canção. O clipe da faixa foi retirado do YouTube no mesmo dia.[7] A erotização da letra e o conteúdo sexual do clipe foi o motivo para a não liberação da canção.[8] O iTunes também está proibido de comercializar a faixa.[8] Não há informações se Tati continuará a se apresentar com a canção em seus shows, mas caso isso aconteça, os direitos autorais vão para os detentores da faixa original, visto que “Parara Tibum” é uma versão não autorizada.[7]

VersõesEditar

Áudio oficial
  • "Parará Tibum" (prod. Perera DJ - 03:05)
Videoclipe oficial
  • "Parará Tibum" (prod. KondZilla - 03:25)

Referências

  1. a b c «Tati Zaqui emplaca Parará Tibum e leva ousadia feminina ao funk de SP». G1. Consultado em 2 de março de 2015 
  2. «Loira desafia Bruna Marquezine a dançar Parará Tibum e vira hit na internet». Bhaz. Consultado em 2 de março de 2015. Arquivado do original em 2 de abril de 2015 
  3. «Entrevista MC Tati Zaqui Parará Tibum». Vice. Consultado em 2 de março de 2015 
  4. «Tati Zaqui faz sucesso com versão sexy de Branca de Neve e os Sete Anões». iG. Consultado em 2 de março de 2015 
  5. «Febre na internet, desafio do "Parara Tibum" é feito na Rodoviária de Brasília». R7. Consultado em 2 de março de 2015 
  6. «MC Tati Zaqui ganha clipe dirigido por KondZilla e amplia presença feminina no funk». Virgula. Consultado em 2 de março de 2015. Arquivado do original em 2 de abril de 2015 
  7. a b c «Funk "Parara tibum", de Tati Zaqui, é retirado da internet». Diário de Pernambuco. 15 de maio de 2015. Consultado em 23 de junho de 2015 
  8. a b «'Parara Tibum', sucesso do funk, está proibido». Internet Group. 13 de maio de 2015. Consultado em 23 de junho de 2015