Parque do Tejo e do Trancão

Espaço de jardins no Parque das Nações, em Lisboa
Parque do Tejo
O Parque do Tejo junto à foz do rio Trancão e da Ponte Vasco da Gama.
Localização Sul da Reserva Natural do Estuário do Tejo, Lisboa
País Portugal Portugal
Tipo Público
Inauguração 1998 (22 anos)
Administração Câmara Municipal de Lisboa

O Parque do Tejo é um espaço ajardinado no Parque das Nações, em Lisboa.

LocalizaçãoEditar

Situa-se geograficamente na parte oriental da freguesia de Sacavém e compreende os espaços verdes limitados pelo rio Tejo, a nascente, o rio Trancão, a norte, a linha da Azambuja, a poente, e a Ponte Vasco da Gama, a sul, cobrindo uma área aproximada de 90 hectares. A margem voltada para o rio Tejo constitui um ecossistema de tipo sapal.

 
Mapa informativo do Parque Tejo, em Lisboa

HistóriaEditar

Foi criado na sequência da Exposição Internacional de 1998, partindo da ideia de reestabelecimento da qualidade ambiental na frente do rio Tejo. [1]

E será o palco das Jornada Mundial da Juventude de 2022 em Portugal

BirdwatchingEditar

A zona do Parque do Tejo é um local de excelência para a observação de aves aquáticas na cidade de Lisboa[2]. É possível observar:

  • guinchos, gaivotas-d'asa-escura e de patas amarelas, casais de patos reais e de marrequinhas, milherangos e alfaiates;
  • nos pilares da ponte, é comum estarem dezenas de corvos-marinhos, garças-reais, colhereiros, garças-brancas, fuselos, maçaricos-reais e tarambolas-cinzentas

Referências

  1. Silva, J. (2007). Floresta e sociedade - uma história em comum, Público.
  2. Revista Pardela n.º 50 (1/2015), pág. 19.
  Este artigo sobre espaços verdes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.