Partido Comunista Revolucionário Voltaico

O Partido Comunista Revolucionário Voltaico (em francês: Parti Communiste Révolutionnaire Voltaïque, PCRV) é um partido comunista no Burquina Fasso. Foi fundado a 1 de outubro de 1978, na sequência de uma cisão na Organização Comunista Voltaica (OCV).[1]

Partido Comunista Revolucionário Voltaico
Parti Communiste Révolutionnaire Voltaïque
Fundação 1 de outubro de 1978
Ideologia Comunismo
Marxismo-Leninismo
Hoxhaismo
Publicação Bug-Parga
País Burquina Fasso
Afiliação internacional Conferência Internacional de Partidos e Organizações Marxistas-Leninistas (Unidade e Luta)
Política do Burquina Fasso

Partidos políticos

Eleições

O PCRV seguia a linha do Partido do Trabalho da Albânia[2], o marxismo-leninismo "anti-revisionista" (mais tarde conhecido como hoxhaismo ou enverismo), promovendo o que chamavam de "Revolução Nacional Democrática e Popular".

O Golpe de Estado em Alto Volta de 4 de agosto de 1983 elevou Thomas Sankara ao poder. Na altura o PCRV tinha ligações poderosas nos sindicatos[3] e no movimento estudantil. No entanto o partido recusou-se a participar no governo revolucionário de Sankara, argumentando que um golpe militar não é a mesma coisa que uma revolução[4] popular. De novo, em 1984 recusou-se a participar no governo aquando de uma remodelação ministerial. Isso originou uma cisão e a formação do Grupo Comunista Burkinabé.[2]

O PCRV publica Bug-Parga.

Durante a Guerra Fria, o PCRV era pro-albanês.[2] Atualmente, o PCRV participa na Conferência Internacional de Partidos e Organizações Marxistas-Leninistas (Unidade e Luta).[5]

Referências

  1. Martens & Meesters 1989, pp. 120-121
  2. a b c Hobday 1986
  3. Martens & Meesters 1989, pp. 125-127
  4. Martens & Meesters 1989, p. 127
  5. «Solidarity with the popular insurrection in Burkina Faso» (em inglês). Conferência Internacional de Partidos e Organizações Marxistas-Leninistas (Unidade e Luta). 9 de novembro de 2014. Consultado em 30 de dezembro de 2019 

BibliografiaEditar