Partido Republicano (Bolívia)

Partido Republicano
Partido Republicano
Líder Bautista Saavedra Mallea
Daniel Salamanca Urey
José María Escalier
Fundação 1914
Dissolução 1921
Sede La Paz
Ideologia Conservadorismo
Sucessor Partido Republicano Genuíno
Partido Republicano Socialista
Fusão Partido Liberal
País  Bolívia

O Partido Republicano (Espanhol: Partido Republicano, PR) foi fundado em 1914 por Daniel Salamanca, Bautista Saavedra, José María Escalier e o general José Manuel Pando quando estes romperam com o Partido Liberal.[1]

A plataforma do Partido Republicano se preocupava com a recuperação de territórios marítimos perdidos da Bolívia e exigia mais moralidade no governo, mas o seu programa diferia pouco da plataforma dos liberais tradicionais incluindo o apoio a oligarquia da mineração de estanho.[2] Em 1917, os republicanos concorreram ás eleições presidenciais, mas foram derrotados nas eleições controlados pelos Liberais.[3]

O Partido Republicano chega ao poder após realizar um golpe de Estado em 12 de julho de 1920.[3]

Após a revolução de 1920, o Partido Republicano se divide em duas facções, cada uma liderada por caudilhos altamente personalista, ambos cobiçando a presidência: José María Escalier pelo Partido Republicano Genuine (Escalieristas) e Bautista Saavedra pelo Partido Socialista Republicano (Saavedristas).[1]

Referências

  1. a b Political handbook of the world 1928.(em inglês) New York, Council on Foreign Relations, 1928. P. 20.
  2. Leslie Bethell Historia da America Latina de 1870 a 1930 - Vol.5 EdUSP, 2002 pp. 396-398 ISBN 9788531406515
  3. a b Waltraud Q. Morales. Bolivia: land of struggle (em inglês) Westview Press, 1992. P. 52 ISBN 9780813301976.
  Este artigo sobre a Bolívia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.