Património Mundial na Islândia

artigo de lista da Wikimedia

A Islândia tem 3 sítios declarados como Património Mundial da UNESCO, um cultural e um natural. [1][2][3]

Esta lista do Patrimônio Mundial na Islândia foi especificamente elaborada pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO). A listagem é feita de acordo com dez critérios principais em vigor, e os itens são julgados por especialistas na área.[4]

Islande thingvellir Ok.jpg Parque Nacional de Thingvellir
Bem cultural inscrito em 2004.
Localização: Þingvellir, Sudurland
O Parque Nacional de Þingvellir é o local onde a assembleia popular Althing se reuniu pela primeira vez em 930. Anualmente, esta reunião dos homens livres da Islândia tomou decisões coletivas e resolveu disputas. Está localizado a 40 km a leste de Reiquiavique. (UNESCO/BPI)[5]
Surtsey from plane, 1999.jpg Ilha vulcânica de Surtsey
Bem natural inscrito em 2008.
Localização: Surtsey, Sudurland
A ilha vulcânica de Surtsey surgiu no meio do mar no período de 1963-1967, na sequência de uma série de erupções vulcânicas. Vedada ao acesso público, funciona como um laboratório onde se pode seguir o processo de colonização natural por plantas e animais. Está localizado a 32 km a sul da costa da ilha da Islândia. (UNESCO/BPI)[6]
Skaftafell National Park, Iceland.jpg Parque Nacional Vatnajökull
Bem natural inscrito em 2019.
Localização: centro da Islândia
Este sítio natural de 1.400.000 hectares abrange uma região vulcânica icónica da Islândia. O parque Vatnajökull tem dez grandes vulcões, oito dos quais subglaciares, e entre estes há dois que estão entre os mais ativos em toda a Islândia. A interação geológica entre erupções vulcânicas e as fissuras subjacentes à calota glaciar do parque pode levar a diversos fenómenos. O mais espetacular é, sem dúvida, o chamado "jökulhlaup", ou seja, a súbita inundação causada pela rutura da margem de um glaciar no decorrer de uma erupção. Este fenómeno, que é recorrente, expõe planícies de areia únicas no mundo, bem como redes fluviais e desfiladeiros cuja morfologia evolui a alta velocidade. As áreas vulcânicas são endémicas das águas subterrâneas que conseguiram sobreviver ao período glacial.[7]

Mapa do Património Mundial da IslândiaEditar

Localização dos sítios da Islândia inscritos na lista do Património Mundial

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Iceland» (em inglês). UNESCO - World Heritage Convention. Consultado em 9 de setembro de 2015 
  2. «Þingvellir National Park» (em inglês). UNESCO - World Heritage Convention. Consultado em 9 de setembro de 2015 
  3. «Surtsey» (em inglês). UNESCO - World Heritage Convention. Consultado em 9 de setembro de 2015 
  4. «Critérios operacionais da Convenção para o Património Mundial» (PDF). UNESCO. Consultado em 13 de setembro de 2015 
  5. «Þingvellir National Park». UNESCO. Consultado em 13 de setembro de 2015 
  6. «Surtsey». UNESCO. Consultado em 13 de setembro de 2015 
  7. «Parc national du Vatnajökull – la nature dynamique du feu et de la glace» (em francês). UNESCO. Consultado em 5 de maio de 2021 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Património Mundial na Islândia