Paulo Bornhausen

Paulo Bornhausen
Paulo Bornhausen em 2010
Deputado federal de  Santa Catarina
Período De 1 de fevereiro de 1995
até 31 de janeiro de 1999
De1 de fevereiro de 2007
até 31 de janeiro de 2015
(2 mandatos consecutivos)
Deputado estadual de  Santa Catarina
Período 1 de fevereiro de 1999
até 31 de janeiro de 2003
Dados pessoais
Nascimento 19 de setembro de 1963 (56 anos)
Blumenau, SC
Nacionalidade brasileira
Progenitores Mãe: Eudea Barreto Bornhausen
Pai: Jorge Bornhausen
Partido PFL (1985-2007)
DEM (2007-2011)
PSD (2011-2013)
PSB (2013-2018)
Sem partido (2018-presente)

Paulo Roberto Barreto Bornhausen (Blumenau, 19 de setembro de 1963) é um advogado e político brasileiro.

Filho de Jorge Bornhausen e Eudea Barreto Bornhausen.[1]

Foi deputado estadual por um mandato na 14ª legislatura (1999 — 2003), e deputado federal por três mandatos, na 50ª legislatura (1995 — 1999), na 53ª legislatura (2007 — 2011) e na 54ª legislatura (2011 — 2015).

Comandou até 2014 a Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável de Santa Catarina, a frente da pasta foi idealizador e principal responsável pela implantação da fábrica da BMW no estado de Santa Catarina, e liderou a criação do Programa Catarinense de Inovação e dos 13 Centros de Inovação espalhados pelo estado.

Presidiu a Comissão Parlamentar Conjunta do Mercosul no Congresso Nacional de 1995 a 1997.

Presidiu a Comissão Especial da Lei Geral das Telecomunicaoes 1997.

Autor da Lei 9.608 de 1998 que regulamentou o Servico Voluntario no pais.

Criou e liderou o movimento Xô CPMF (2007) junto a sociedade e ao Congresso Nacional, que culminou com a retirada definitiva desse tributo do dia a dia do contribuinte.

Preside atualmente o Conselho Consultivo do Projeto InovAmfri, responsável pela visão e planejamento do desenvolvimento regional sustentável da Região da Foz do Itajaí/SC 2015 ate o momento.

Conselheiro do CONIC e do CONJUR junto a FIESP (Federação das Industrias de Sao Paulo) 2015 ate o momento.

Conselheiro do COPS junto a ACSP (Associação Comercial de Sao Paulo) 2015 ate o momento.

Já foi filiado ao extinto PFL hoje [[DEM], ao PSD e ao PSB. Hoje encontra-se sem partido.

Formado em direito pela Universidade Federal de Santa Catarina, Paulo Bornhausen é filho do ex-governador de Santa Catarina Jorge Bornhausen e neto do também político e ex-governador catarinense Irineu Bornhausen.

Referências

  1. Memórias de um Parlamento. Honrarias Concedidas pela Câmara Municipal de Florianópolis. Florianópolis, 2002. Página 121.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre políticos ou política de Santa Catarina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.