Abrir menu principal

Paulinho Mendonça

(Redirecionado de Paulo Mendonça)

Paulo Mendonça (Rio de Janeiro[1],[quando?]) é um roteirista e compositor brasileiro, conhecido por seu trabalho com a banda Secos & Molhados.[2] Além de sua colaboração com o grupo, participou também de projetos solo dos integrantes Ney Matogrosso[3] e Gerson Conrad.[4]

No cinema, dirigiu em 1972 A Casa Tomada, cuja trilha sonora foi cantada por Ney Matogrosso. É autor de Sangue Latino, um dos maiores hits do Secos & Molhados. Também compôs trilhas para teatro e cinema, como a do filme Pra Quem Fica, Tchau (1971), e da peça Cândido, de Voltaire, em parceria com Oswaldo Montenegro.[5]

Entre suas atividades, escreveu, com Reginaldo Faria, o roteiro de Pra frente, Brasil (1982); escreveu para o teatro o musical Sapatinho de cristal; e fez as fotografias do livro de poesias Sexo aposto, de Ricardo Bica de Alencastro.[6]

É diretor do Canal Brasil desde 2004.

Referências