Abrir menu principal


Paulo Rogério
Paulo Rogério
Informação geral
Nascimento 23 de outubro de 1971 (48 anos)
Origem São Paulo (SP)
País  Brasil
Instrumento(s) saxofone
Modelos de instrumentos Selmer Super Action série II
Outras ocupações professor de saxofone
Gravadora(s) Independente

Paulo Rogério (São Paulo, 23 de outubro de 1971) é um saxofonista, professor e intérprete brasileiro.[1][2]

BiografiaEditar

 
Foto de Paulo Rogério e de André Gonzáles, integrantes da Banda Móveis Coloniais de Acaju

Aos cinco anos foi para o Distrito Federal por motivo de trabalho do pai, iniciando, então, sua carreira nessa região. Aos 17 anos, Paulo teve seu primeiro contato com o saxofone, na Banda de Música do Centro Educacional 01 de Planaltina, no Distrito Federal. Ingressou na Universidade de Brasília em 2001, onde estudou com o mestre Vadim Arsky. Em 2005, formou-se na Universidade de Brasília com bacharelado em Música (Saxofone) e, um ano depois, obteve a licenciatura pela Universidade Católica de Brasília.

Participou do 28º e 29º Curso Internacional de Verão da Escola de Música de Brasília, respectivamente no ano 2006 e 2007, tendo como mestre o saxofonista Sérgio Galvão.

Paulo é integrante da emergente banda Móveis Coloniais de Acaju, na qual ingressou em fevereiro de 2002, onde toca exclusivamente sax tenor; além disso, trabalha na administração e setor de vendas da mesma.

DiscografiaEditar

Com o grupo Móveis Coloniais de Acaju, Paulo gravou três CDs:

Shows e eventosEditar

Pela banda, iniciou suas apresentações em pequenos eventos como: festas de centros acadêmicos, shows de rock, heavy metal e reggae. Com a ascensão da banda, passou a se apresentar em vários Festivais nacionais - Brasília Music Festival, Porão do Rock (Brasília), Curitiba Rock Festival, Festival de MPB, Festival Planeta Terra e na Feira Música Brasil - PE, dentre outros, além do evento internacional Festival Pukkelpop em 2008, que contou com a participação de bandas renomadas como Metallica e The Killers, e ocorreu durante a primeira turnê internacional realizada pelo Móveis com passagem pela Bélgica, Suíça, Alemanha e República Tcheca. Também participou com os demais integrantes de entrevistas e tocou em alguns programas de TV: Altas Horas, Programa do Jô e Som Brasil, em homenagem a Raul Seixas.

InstrumentoEditar

Seu setup é um sax tenor Selmer Super Action série II; as palhetas que tem utilizado são Vandoren Java 3.5 e Zonda 3.5 e acompanhadas da boquilha Noberto 7, modelo Dukoff Califórnia Antiga.

Outras experiências profissionaisEditar

Já tocou em várias bandas de bailes no Distrito Federal e acompanhou outros artistas, além de atuar como músico de estúdio.

É professor de música, e as primeiras experiências informais com o ensino iniciaram-se no ano de 1997.

Referências

  1. Banda mistura empreendedorismo e música no cenário alternativo, por Hêmilly Lira, em 18 de novembro de 2011. Disponível em http://www.portalamazonia.com.br/cultura/musica/moveis-coloniais-de-acaju-mistura-empreendedorismo-e-musica-no-cenario-alternativo/. Acesso em 29 de março de 2015.
  2. Móveis com saxofone, em 25 de outubro de 2011. Disponível em http://www.portalserenata.com.br/sopros/orquestrais-sopros/moveis-com-saxofone. Acesso em 29 de março de 2015.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.