Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde junho de 2015). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Paulo Speller
Ex Reitor Paulo Speller
Reitor da UFMT
Período 2000 - 2008
Antecessor Fernando Nogueira de Lima
Sucessor Maria Lúcia Cavalli Neder
Dados pessoais
Nascimento
João Monlevade, Minas Gerais
Nacionalidade brasileira
Ocupação Acadêmico

Paulo Speller, nascido em (João Monlevade), é um acadêmico brasileiro.[1] É o atual secretário-geral da Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI).[2]

BiografiaEditar

Graduado em Psicologia pela Universidade Veracruzana, em 1972, terminou seu mestrado em Psicologia pela Universidade Nacional Autónoma de México, em 1976. Em 1988, concluiu seu doutorado em Ciência política pela Universidade de Essex.

Professor com dedicação exclusiva no Departamento de Teoria e Fundamentos da Educação do Instituto de Educação da Universidade Federal de Mato Grosso, desde 1980. Foi eleito reitor de 2000 até 2008. Durante este período, presidiu a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (ANDIFES) de 2006 a 2007.

Em 2010, assumiu a reitoria da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), depois de ser presidente do Comitê de Implantação dessa Instituição (2008–2010).

Além disso, assumiu responsabilidades políticas de âmbito nacional e internacional. Foi conselheiro das Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) do comitê assessor para a celebração da Conferência Mundial sobre Educação Superior (CMES), edição 2009. Membro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES/Presidência da República), representante da sociedade civil (2008–2014). Também foi membro do Conselho Nacional de Educação (CNE) e presidente da Câmara de Educação Superior, ambos de 2008 a 2012.

Até dezembro de 2014, foi secretário de Educação Superior do Ministério da Educação do Brasil.

Durante a XII Assembléia Geral da OEI, no México, em agosto de 2014, foi eleito secretário-geral da Organização para o período 2015–2018, iniciando seu mandato em 1 de janeiro de 2015.

Referências

  1. «Currículo». Plataforma Lattes. Consultado em 31 de maio de 2015 
  2. «Autoridades de la OEI» (em espanhol). OEI. Consultado em 31 de maio de 2015 
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.