Pedrógão Pequeno

vila e freguesia do Município da Sertã, Portugal

Pedrógão Pequeno (no passado Pedrógam Pequeno) é uma povoação portuguesa sede da Freguesia de Pedrógão Pequeno do Município da Sertã, freguesia com 42,75 km² de área[1] e 706 habitantes (censo de 2021)[2], tendo, por isso, uma densidade populacional de 16,5 hab./km².

Portugal Portugal Pedrógão Pequeno 
  Freguesia  
Pedrógão Pequeno em 1618. Gravura de Pedro Tinoco.
Pedrógão Pequeno em 1618. Gravura de Pedro Tinoco.
Pedrógão Pequeno em 1618. Gravura de Pedro Tinoco.
Símbolos
Bandeira de Pedrógão Pequeno
Bandeira
Brasão de armas de Pedrógão Pequeno
Brasão de armas
Gentílico Pedroguense
Localização
Pedrógão Pequeno está localizado em: Portugal Continental
Pedrógão Pequeno
Localização de Pedrógão Pequeno em Portugal
Coordenadas 39° 54' 15" N 8° 7' 51" O
Região Centro
Sub-região Médio Tejo
Distrito Castelo Branco
Município Sertã
Código 050911
Administração
Tipo Junta de freguesia
Características geográficas
Área total 42,75 km²
População total (2021) 706 hab.
Densidade 16,5 hab./km²
Código postal 6100
Outras informações
Orago São João Baptista
Sítio http://www.pedrogaopequeno.freguesias.pt

Pertence à rede de Aldeias do Xisto.

História

editar

Pedrógão Pequeno foi fundado pelo cônsul romano Aulo Curcio, em 150 a.C.. Foi conquistado pelos mouros em 4 de agosto de 718 e reconquistado por D. Afonso II em 13 de março de 1216.

A vila pertenceu à Ordem do Templo e, fazendo, primeiramente, do termo da Sertã foi doada à Ordem do Hospital, juntamente com esta em 1174 por D. Afonso Henriques[3]. Em 1419 sendo ainda do termo da Sertã, mas não tardou em alcançar uma relativa autonomia, que nessa época se concedia a todas as pequenas vilas do país.

O Prior do Crato, D. Vasco de Ataíde, tendo mais em vista beneficiar um protegido do monarca que executar um acto de administração de real interesse para a sua Ordem, deu em 1448 Pedrógão Pequeno de emprazamento, com toda a jurisdição civil e criminal, rendas e foros, a Diogo da Silveira, escrivão particular e conselheiro d'El - Rei D. Afonso V, que o elevou à categoria de vila. O concelho era constituído pelas freguesias de Carvalhal e Pedrógão Pequeno. Foi suprimido em 1834.

 
Localização no Município da Sertã

Demografia

editar

A população registada nos censos foi:[2]

População da Freguesia de Pedrógão Pequeno[4]
AnoPop.±%
1864 1 500—    
1878 1 496−0.3%
1890 1 542+3.1%
1900 1 791+16.1%
1911 1 923+7.4%
1920 1 971+2.5%
1930 1 880−4.6%
1940 2 007+6.8%
1950 1 982−1.2%
1960 2 128+7.4%
1970 1 597−25.0%
1981 1 403−12.1%
1991 1 185−15.5%
2001 916−22.7%
2011 753−17.8%
2021 706−6.2%
Distribuição da População por Grupos Etários[5]
Ano 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos
2001 94 95 440 287
2011 66 61 374 252
2021 64 50 327 265

Organização administrativa e religiosa

editar

O presidente da Junta de Freguesia é Manuel Francisco Antunes Dias (eleito em 2013)[carece de fontes?] e o pároco de Pedrógão Pequeno é o Pe. José Afonso.[carece de fontes?]

Heráldica

editar

Armas - Escudo de vermelho, Agnus Dei de prata, com lábaro do mesmo, carregado de uma cruz firmada de vermelho e com haste de ouro; em chefe, à dextra, uma cruz da Ordem de São João de Jerusalém, dita de Malta, de prata; campanha de burelas espigadas, de prata e azul. Coroa mural de prata de quatro torres. Listel branco com a legenda a negro, em maiúsculas: Pedrógão Pequeno.[3][6]

Localidades da freguesia

editar
  • Roqueiro
  • Arrochela
  • Bravo
  • Casal dos Bufos
  • Casal Novo
  • Pedrógão Pequeno
  • Póvoa de Alegria
  • Vale da Galega
  • Várzea Fundeira
  • Fronteiros
  • Outro Monte
  • Salgueirinho
  • Fundo da Lomba
  • Painho
  • Fontainhas
  • Corte do Vale
  • Portoleiros
  • Vale Couro
  • Porto Amioso
  • Vale da Froca

Património

editar

Notas e referências

  1. «Carta Administrativa Oficial de Portugal CAOP 2013». descarrega ficheiro zip/Excel. IGP Instituto Geográfico Português. Consultado em 10 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 9 de dezembro de 2013 
  2. a b Instituto Nacional de Estatística (23 de novembro de 2022). «Censos 2021 - resultados definitivos» 
  3. a b PINHO, António Brandão de (2017). A Cruz da Ordem de Malta nos Brasões Autárquicos Portugueses. Lisboa: Chiado Editora. 426 páginas. Consultado em 28 de agosto de 2017 
  4. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  5. INE. «Censos 2011». Consultado em 11 de dezembro de 2022 
  6. Publicação de edital sobre heráldica no Diário da República, III Série de 16/02/2000, página 3698.

Ligações externas

editar
  Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.