Pedro Sukeyiro

Pedro Sukeyiro (- 5 de Fevereiro de 1597, Nagasaki) foi um franciscano mártir no Japão. Foi canonizado pelo Papa Pio IX, englobado no grupo d'Os 26 Mártires do Japão.

BiografiaEditar

Através dos missionários franciscanos, Pedro Sukeyiro, originário de Meaco, havia se tornado cristão e franciscano inscrito na Ordem Terceira de São Francisco e prestava-lhes toda a colaboração na qualidade de catequista para a instrução e formação dos neófitos, na assistência aos enfermos nos hospitais da missão e na educação dos meninos das diversas escolas.

Quando, em 1596, se desencadeou a perseguição de Toyotomi Hideyoshi, senhor feudal que unificou o Japão, os missionários católicos foram aprisionados e levados a Nagasaki a fim de serem crucificados.

Foi aí que ele e outro terciário franciscano, Francisco Fahelante, quiseram acompanhar os prisioneiros para servi-los e apoia-los, ajudando-os nas dificuldades do caminho.

Ocupados com esse serviço voluntário, fizeram-no tão perfeitamente, que impressionaram um dos guardas, que exclamou: "Os cristãos são realmente valentes, unidos entre si com laços de verdadeira caridade e fraternidade".

Em vista de sua persistência neste serviço, também a eles foi decretada a ordem de captura.

Na manhã de 5 de Fevereiro de 1597 os santos mártires chegaram a Nagasaki.

Escolheu-se como lugar de suplício uma parte plana de uma colina próxima do mar, e naquele dia em diante o local passou a ser chamado "Monte dos Mártires" ou "Colina Santa", pelo sangue de cristãos derramado por quase meio século.

Foi beatificado em 1627 pelo Papa Urbano VIII e canonizado em 1862 pelo Papa Pio IX.

Referências

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre a biografia de um(a) santo(a) ou um(a) beato(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.