Pedro Téllez-Girón, 1.º duque de Osuna

Pedro Téllez-Girón de la Cueva Velasco y Toledo (Osuna,29 de julho de 1537 - Madridde 1590) foi um nobre, político e militar de Espanha.

BiografiaEditar

Pedro Téllez-Girón , foi conde de Urena, iniciou sua vida política na Corte de Felipe II, apoiado pelo extenso patrimônio no qual possuía, um dos maíores políticos espanhóis. Serviu como embaixador em Portugal(1570), sua missão propor a união entre Portugal e Espanha.

Desejava ser o comandante da invasão á Portugal porém foi impedido por alguns nobres. Em compensação, em outubro de 1580 encarregou o honroso papel da Presidência do namoro de ser transferidas para o Escorial, o corpo da rainha Ana de Áustria, morreu em Badajoz, e, alguns meses depois, ela foi premiada com o Vice-Reino de Nápoles (1582-86). Segundo Gregorio Leti teve seu neto Pedro, de 8 anos, mas não há nenhum documento que prove.

Em 1567 foi nomeado duque de Osuna por ter feito inúmeras melhorias nestas terras, tais como reformas de pontes, construções de edifícios, fortalecimento das pequenas cidades ali presentes e elaboração de leis comerciais.

Desde 1588 apresentava sintomas de uremia , porém em 1590 morreu de fato, com 53 anos .

  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.