Abrir menu principal
Ureia

Uremia significa elevação de ureia no sangue. A ureia sempre está elevada na insuficiência renal, mas não é um marcador confiável de função renal, pois sua elevação depende muito da alimentação e do estado de hidratação do paciente.

CausasEditar

A uremia surge quando há comprometimento da capacidade do sistema renal de depurar o sangue dos produtos nitrogenados (ureia e creatinina) resultantes do metabolismo proteico, que uma vez elevados no sangue resultam num estado de náuseas, mal-estar, vômitos, fraqueza, cefaléia, distúrbio de coagulação, torpor e até coma. Na verdade uremia é uma síndrome, um conjunto de alterações nos diversos sistemas .

Esta doença foi a causa provável da morte da princesa Isabel do Brasil, rainha Maria Amélia, do poeta Lord Byron, do cabalista Stanislas de Guaita, do empresário Francisco Matarazzo, das atrizes Jean Harlow e Sarah Bernhardt, da industrial Beatriz III e de Emílio de Menezes, um dos mais importantes poetas satíricos brasileiros. Com uma falha renal, o nível de ureia no sangue pode também incrementar-se por:

  • incremento da produção de ureia no fígado, devido a:
    • dieta alta proteica
    • Fumar- nicotina faz mal aos pulmões e aos rins, o figado fica com dioxido de carbono e fica infectado
    • degradação incrementada de proteína breakdown (cirurgias, infecções, traumas, cânceres)
    • hemorragias gastrointestinais
    • drogas (e.g. tetraciclinas, corticosteroides)
  • diminuição da eliminação de ureia, devido a:
    • descenso do fluxo sanguíneo pelo rim (e.g. hipotensão, falha cardíaca)
    • Obstrução do fluxo de urina
    • Desidratação

Surgimento dessa doençaEditar

Surgimento da doença: essa doença aparece em pacientes em menor proporção após sofrer traumas, renais causados por: torturas, agressões, lesões, acidentes automobilísticos, motociclisticos, pode ocasionar infarto, diabetis, problemas de visão, coronariopatia, e demais doenças relacionadas e agravamento.

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar