Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Para para outros resultados, veja Sengoku (desambiguação).

O período Sengoku (japonês: 戦国時代, sengoku jidai, lit. "Período dos Estados Beligerantes") foi uma das fases mais conturbadas e instáveis da história do Japão, marcada por constantes guerras. Ocorreu entre a metade do século XV e o final do século XVI.

Gravura que demonstra a sangrenta guerra civil em que o Japão mergulhou durante o período

Após o declínio do xogunato Ashikaga, vários clãs próximos do xogum tentavam aplicar um golpe de estado, a fim de tomar o poder do país, já que o xogunato anterior estava caindo após quatrocentos anos de governo. Inicia-se uma guerra civil em que mediam forças vários clãs japoneses como o Hojo, o Takeda, o Uesugi, o Mori e o Imagawa. O conflito se transforma num sangrento combate, pois os portugueses haviam trazido para o Japão a arcabuz.[1]

Após o período de guerras, veio o período Edo, com o Xogunato Tokugawa sendo o governo de facto do Japão por duzentos anos até a instauração do período Meiji, que pôs um fim ao xogunato.[2][3]

Referências

  1. Sansom, George (1961). A History of Japan, 1334–1615 (em inglês). [S.l.]: Stanford University Press. p. 263. ISBN 0804705259 
  2. «Sengoku period». Encyclopedia of Japan. Tokyo: Shogakukan. 2012. OCLC 56431036. Consultado em 15 de agosto de 2012 
  3. «誕». Kokushi Daijiten (em Japanese). Tokyo: Shogakukan. 2012. OCLC 683276033. Consultado em 15 de agosto de 2012 
  Este artigo sobre História do Japão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.