Abrir menu principal

Petrônio Probino (cônsul em 341)

Petrônio Probino
Nacionalidade
Vexilloid of the Roman Empire.svg
Império Romano
Ocupação Oficial

Petrônio Probino (em latim: Petronius Probinus) foi um oficial do século IV, ativo no reinado dos imperadores Constante I (r. 337–350) e Constâncio II (r. 337–361).

Índice

VidaEditar

 
Soldo de Constante I (r. 337–350)

Probino era filho do prefeito urbano de Roma Petrônio Probiano e sua esposa provavelmente chamava-se Cláudia/Clódia[1] e era irmã de Clódio Celsino Adélfio, esposo de sua irmã Faltônia Betícia Proba. Da união nasce Sexto Petrônio Probo, cônsul em 371.[2] Seus netos eram Anício Probino e Anício Hermogeniano, cônsules em 395, Anício Petrônio Probo, cônsul em 406, e Anícia Proba.[3]

Ele ou seu neto Probino é citado numa barra de metal como homem claríssimo. Ele escreveu versos preservados na Antologia Latina e que foram citados sob Sexto Cláudio Petrônio Probo. Em 341, foi cônsul posterior com Antônio Marcelino. Entre 5 de julho de 345 e 26 de dezembro de 346, foi prefeito urbano de Roma.[3]

Ver tambémEditar

Referências

  1. Drinkwater 1992, p. 112.
  2. Wagner 1975, p. 180.
  3. a b Martindale 1971, p. 735.

BibliografiaEditar

  • Drinkwater, John; Elton, Hugh (1992). Fifth-century Gaul: A Crisis of Identity?. Cambrígia: Cambridge University Press 
  • Martindale, J. R.; Jones, Arnold Hugh Martin; Morris, John (1971). «Petronius Probinus 2». The prosopography of the later Roman Empire - Vol. I AD 260-395. Cambridge e Nova Iorque: Cambridge University Press 
  • Wagner, Anthony (1975). Pedigree and Progress - Essays in the genealogical interpretation of history. 22. Londres: Phillimore & Co Ltd