Abrir menu principal

Phaedra

filme de 1962 dirigido por Jules Dassin
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde outubro de 2009). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Phaedra
Profanação (BRA)
 Estados Unidos  Grécia
1962 •  p&b •  115 min 
Direção Jules Dassin
Roteiro Jules Dassin
Margarita Lymberaki
Eurípedes (peça)
Elenco Melina Mercouri
Anthony Perkins
Raf Vallone
Género drama
Idioma inglês
grego
Página no IMDb (em inglês)

Phaedra (br: Profanação) é uma co-produção franco-greco-americana de 1962 do gênero drama, dirigido por Jules Dassin. Roteiro de Jules Dassin e Margarita Lymberaki que transpôs para os dias atuais a tragédia grega de autoria de Eurípedes que por sua vez se baseou no mito de Fedra e Hipólito.

ElencoEditar

SinopseEditar

  Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Thanos, rico e ambicioso armador grego, quer se tornar mais poderoso do que seu sogro, outro grande empresário construtor de navios. É casado com Fedra, cobiçada pelos homens e invejada pela irmã. Thanos a incumbe de viajar para a Inglaterra e convencer Alexis, o filho dele com a ex-mulher, a deixar a pintura e entrar para os negócios da família. Fedra, que não conhecia o rapaz, se apaixona ao vê-lo e é correspondida. No entanto, se nega a deixar o pai dele e pede a Alexis para que não retorne à Grécia, fazendo com que seja desprezada pelo rapaz. Fedra, contudo, não suportará ficar longe de Alexis e esse amor causará uma tragédia na vida de todos da família.

  Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

IndicaçõesEditar