Philippe Buache

arquiteto francês

Philippe Buache de la Neuville (La Neuville-au-Pont, 7 de Fevereiro de 1700 — Paris, 27 de Janeiro de 1773) foi um geógrafo francês.[1][2][3]

Philippe Buache
Nascimento 7 de fevereiro de 1700
Paris
Morte 24 de janeiro de 1773 (72 anos)
Paris
Cidadania França
Alma mater
Ocupação arquiteto, geógrafo, gravador(a), desenhista, editor
Prêmios

BiografiaEditar

Formou-se sob a orientação do geógrafo Guillaume Delisle, de quem desposou a filha. Foi nomeado Geógrafo Real em 1729. Foi eleito para a Academia Francesa das Ciências no ano seguinte (1730).

Estabeleceu a divisão do globo em bacias de rios e de mares, subordinados uns aos outros. Ele acreditava na existência de um continente austral, opinião que as descobertas posteriores confirmaram em certa medida.

ObraEditar

  • "Considerations geographiques et physiques sur les decouvertes nouvelles dans la grande mer" (Paris, 1754), que contém uma carta da costa ocidental da América do Norte,
  • "Le parallele des fleuves des quatre parties du monde pour servir h determiner la hauteur des montagnes" (1757);
  • Memoire sur la traversde de la met glaciale arctique", que contém as suas hipóteses sobre a existência de uma península do Alasca (1759); e
  • "Considerations geographiques sur les terres australes et antarctiques" (1761).

ReferênciasEditar

  1. Britannica: «Philippe Buache : French geographer and cartographer».
  2. Appletons' Cyclopædia of American Biography. [S.l.: s.n.] Consultado em 12 de novembro de 2020 
  3. «Les membres du passé dont le nom commence par B» (em francês). Académie des sciences. Consultado em 24 de novembro de 2020 

Ligações externasEditar