Piúria é a presença de leucócitos degenerados ou pus na urina. Pode ser um sinal de uma infecção bacteriana, viral ou fúngica do trato urinário. A causa mais comum é cistite.

O pus torna a urina descolorada, nublada e muda seu odor.
Células brancas saguíneas vistas em microscópio numa amostra de urina.

A piúria é diagnosticada analisando com um microscópio um no jato médio da urina matinal. Geralmente 5 ou mais leucócitos por campo são suficientes para o diagnóstico.[1] Ou 2.000.000 de leucócitos em uma amostra de urina coletada por 24h.[2] Deve ser encarado como indício de infecção urinária; no entanto, tanto a infecção como a piúria podem ser detectadas de forma independente.

O termo médico para a presença de muitos leucócitos na urina é leucocitúria. Quase sempre esse termo é usado como sinônimo de piúria. Esses glóbulos brancos na urina que geram pus também podem ser chamadas de piócitos (grego para "células de pus"). O normal são menos de 10.000 piócitos por cada mL de urina, mais que isso indicam resposta inflamatória.[3]

CausasEditar

Geralmente, a piúria clássica, com urocultivo positivo, ocorre como consequências de[4]:

Piúria estérilEditar

Quando um exame de urina detecta mais de 10 leucócitos por mm3, mas o urocultivo é negativo pode ser causado por[5]:

Referências bibliográficasEditar

Referências

  1. Bagga. Urinary Tract Infections And Anomalies. Elsevier Health Sciences. p. 4.
  2. Vasan, R.S. (1998). Textbook of Medicine. Orient Blackswan. p. 939.
  3. https://www.tuasaude.com/piocitos/
  4. https://www.medicalnewstoday.com/articles/321964.php#causes
  5. Sterile Pyuria. http://patient.info/doctor/sterile-pyuria
  6. . LeGoff J, Péré H, Bélec L. Diagnosis of genital herpes simplex virus infection in the clinical laboratory. Virol J 2014;11:83.
  7. Gilbert J. Wise, M.D., and Peter N. Schlegel, M.D. Sterile Pyuria. N Engl J Med 2015;372:1048-54. http://www.nejm.org/doi/pdf/10.1056/NEJMra1410052