Abrir menu principal

Índice

O Piano Elétrico (E-Piano ou EP, sigla utilizada nos teclados modernos) nada mais é que uma modalidade de piano, só que, como diz o nome, é elétrico. Alcançou grande popularidade durante as décadas de 60 e 70. Por serem mais leves e portáteis, foram usados tanto na substituição do piano comum como na utilização de estudo de piano em escolas (por poderem ser utilizados com fones de ouvido).

Funcionamento e HistóriaEditar

 
Piano Eléctrico Fender Rhodes,
modelo Suitcase 61.
 
Piano Eléctrico Wurlitzer,
modelo 200A.

Diferente do piano digital (ou piano electrónico), cujo som é produzido de forma digital, o piano elétrico tem o seu som produzido de forma eletro-acústica. O som é produzido mecanicamente e seu sons são transformados em sinais elétricos. Conforme o tipo de fonocaptadores utilizados, os pianos eléctricos podem ser electro-estáticos (o modelo CP-70 da Yamaha, Wurlitzer) ou electro-magnéticos (Neo-Bechstein electric grand piano, os pianos eléctricos da Rhodes). Ainda, conforme a maneira como o som é produzido, podem ser cordas percutidas (Neo-Bechstein electric grand piano, CP-70 da Yamaha), lâminas ou barras metálicas percutidas (pianos eléctricos Wurlitzer, pianos eléctricos Rhodes), ou até lâminas metálicas beliscadas (o modelo Pianet da Hohner). A empresa RMI também fabricou um modelo notável, o 368x Electra Piano, combinando cravo e piano elétrico.

Os primeiros pianos elétricos foram produzidos na década de 1920. O Neo-Bechstein electric grand piano, de 1929, foi o primeiro a ser constituído.

Esses tipos de piano pararam de ser produzidos; os últimos a serem fabricados foram feitos em meados da década de 1980.

Muitos grupos pop famosos utilizaram pianos elétricos, como é o caso The Beatles (em "Get Back", por Billy Preston), o Pink Floyd ("Sheep"), Billy Joel ("Just The Way You Are", seu maior hit) e Stevie Wonder ("You Are the Sunshine Of My Life", uma de suas músicas mais conhecidas) e até mesmo o Radiohead (em "Everything in Its Right Place" e "Morning Bell"), entre outros. Nestas músicas, esses artistas utilizaram o piano elétrico da marca Fender Rhodes. Veja a lista abaixo:

Técnicas e estilosEditar

Como no caso violão vs. guitarra eléctrica, o som do piano elétrico difere muito do piano acústico, e o piano elétrico é muitas vezes usado pelos artistas para criar um som original, autêntico, além de ser mais portátil.

Outros instrumentosEditar

Alguns instrumentos electro-acústicos estão relacionados com o piano eléctrico, por se tratarem também de instrumentos com teclas. No entanto, o objectivo da sua criação foi o de substituir outros instrumentos:

Exemplos de pianos eléctricosEditar

Músicas populares feitas com pianos elétricosEditar

Ver tambémEditar

Estilos músicais marcados pelo uso do piano elétricoEditar

Artistas notáveis no uso do piano elétricoEditar

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar