Ligier-Nissan de Derani durante as 24 Horas de Le Mans 2016.

Luís Felipe Derani (nasceu o 12 de outubro de 1993 em São Paulo), ou também conhecido com Pipo Derani é um piloto de corrida brasileiro. Atualmente compete nas corridas de resistencia, onde foi vencedor das 24 Horas de Daytona 2016 e das 12 Horas de Sebring 2016, 2018 e 2019. Corre na IMSA SportsCar Championship pela equipe Action Express Racing.

É filho de Walter Derani e irmão de Rafael Derani, ambos pilotos.

Carreira desportivaEditar

Derani fez seu estreia na karting em 2003, quando tinha dez anos de edade. Em 2005 foi campeão do Campeonato Junior de São Paulo e em 2007 resultou segundo no Campeonato Europeo de KF3.

Derani deu o salto aos monopostos em 2009 disputando o Campeonato Norte Europeu de Formula Renault 2.0 com Motopark Academy, conseguiu dos podios e puntou em 13 corridas no total para acabar séptimo na temporada.

Em 2010, Derani competiu no Cmpeonato Alemão de Fórmula 3 com a equipe Motopark Academy, onde nao consiguiu podios e finalizou dezimo no campeonato. Por outro lado, participou da dupla corrida no Interlagos da GT Brasil. Em 2011 Derani mudou-se ao Campeonato Britânico de Fórmula 3 com a equipe Double R Racing, terminando 15º no campeonato com um podio. Alem disso, participou del Aberto do Brasil de Formula 3 e na Masters de Formula 3.

Derani seguiu na categoría o ano siguiente mas mudando da equipe, agora com Fortec Motorsport. Melhoro para ser oitavo no campeonato, obtendo duas vitorias e cinco podios. También correu em tres carreras de la Formula 3 Euro Series e finalizou sexto no Grande Premio de Macao. Em 2013 Derani seguiu com Fortec mas para participar do Campeonato Europeu de Fórmula 3 da FIA, onde acabou oitavo com tres podios.

Começou o ano 2014 competindo nas seis primeiras corridas da Pro Mazda dos Estados Unidos, onde obteve um tercer lugar e dos cuartos.

Corridas de resistenciaEditar

Depois de o sua etapa pela Pro Mazda, Derani estreou-se nas corridas de resistencia, correndo as últimas duas rodadas da European Le Mans Series com um Oreca-Nissan e obteve um tercer lugar.

Em 2015 tornou-se em piloto de G-Drive no Campeonato Mundial de Endurance da FIA. Tendo com companheros a Gustavo Yacamán e Ricardo González, consigueram um triumfo, um segundo lugar e cinco terceros para terminar sextos no campeonato da classe LMP2.

No año siguiente foi contratado por Extreme Speed Motorsports para disputar o Campeonato Mundial de Endurance da FIA, onde fez quatro podios e resultou octavo no campeonato. También disputou as corridas muito longas da IMSA SportsCar Championship para esse mesmo equipe, onde ganhou as 24 Horas de Daytona e as 12 Horas de Sebring, e concluiu segundo na Petit Le Mans.

Em 2017 Derani participou em sete corridas do IMSA SportsCar Championship, alternando entre os dois Ligier Nissan DPi de Extreme Speed. O piloto ganhou em Road America, resultou cuarto nas 24 Horas de Daytona y Petit Le Mans, e finalizou 15º no campeonato de pilotos. Por outro lado correu as primeras tres rodadas em o Mumdial de Resistemcia com piloto oficial de Ford. Con um Ford GT de classe GTE-Pro, ganhou em Silverstone e acabou segundo as 24 Horas de Le Mans. Tambem conseguiu um cuarto posto na classe LMP2 nas 6 Horas de Nürburgring, num Oreca Gibson de Rebellion.

O brasilero tornou-se em piloto titular de Extreme Speed para a temporada 2018 do IMSA SportsCar Championship, contando com companhero a Johannes van Overbeek durante a maioría das rodadas. Venceu nas 12 Horas de Sebring y em Laguna Seca, mas sofreu quatro abandonos, acabando 16º no campeonato de pilotos dela classe Prototipos e noveno no campeonato da equipes. Tambem disputou as 24 Horas de Le Mans pelo time AF Corse numa Ferrari 488 junto a Toni Vilander e Antonio Giovinazzi, finalizando quinto em classe GTE-Pro. Alem disso, correu a Corrida de Duplas dela Stock Car Brasil com piloto convidado pela equipe Cimed Racing, e acabou no sexto lugar junto com o piloto regular Marcos Gomes.

Em 2019, Derani seguirá participando no IMSA Sportscar Championship, mas agora pilotando um Cadillac DPi da equipe Action Express, acompanhando seu compatriota Felipe Nasr durante a temporada. Comencou a temporada com um segundo lugar nas 24 Horas de Daytona e um triunfo nas 12 Horas de Sebring,

Ligações externasEditar