Polemon de Laodiceia

Filósofo sofista grego do século II, nasceu em Laodiceia e morreu em Atenas.

Fundou uma escola de eloquência em Esmirna, onde viveu no fausto, protegido pelos imperadores Adriano e Antonino Pio. Sob o reinado de Adriano, presidiu os Jogos Olímpicos de Esmirna.

Na meia-idade, sua saúde declinou, sendo atacado pela gota. Deprimido, encerrou-se na tumba de seus antepassados, deixando-se morrer de inanição.

ReferênciasEditar

Toledo, J. - "Dicionário de Suicidas Célebres", São Paulo, Ed. Record, 1999

  Este artigo sobre filosofia/um(a) filósofo(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.