Abrir menu principal

Artigo selecionado

Mapa que mostra as rotas seguidas por Giovanni da Pian del Carpine e Guilherme de Rubruck no século XIII.

A Igreja Católica na Mongólia é parte da Igreja Católica, sob a liderança espiritual do Papa e da Cúria Romana. Existem em torno de 760 católicos na Mongólia, que contam com os serviços de três igrejas e uma catedral na capital do país, Ulaanbaatar. O catolicismo foi introduzido na região pela primeira vez no século XIII, durante o Império mongol, mas desapareceu com o final da dinastia Yuan em 1368. Só houve novas atividades missionárias após a Guerra do Ópio, em meados do século XIX. Foi fundada uma missão na Mongólia Exterior, dando a Mongólia sua primera jurisdição católica, mas todo o trabalho evangelizador foi cessado em um ano com a chegada do regime comunista ao poder.

Com a introdução da democracia em 1991, os missionários católicos voltaram ao país e reconstruiram a igreja do zero, e no ano seguinte foram retomada as relações diplomáticas entre Mongólia e o Vaticano. Em 2006, havia na Mongólia uma Prefeitura Apostólica, um bispo e três igrejas. O Papa João Paulo II planejou uma visita apostólica a Mongólia que não pode ser realizada. Atualmente a Igreja Católica na Mongólia presencia uma fase de crecimento após anos de opressão no período comunista.

Flag-map of Mongolia.svg Ler mais ...



Gobi desert map.png

O Deserto de Gobi é um extenso deserto situado na região norte da República Popular da China e região sul da Mongólia. A palavra Gobi significa deserto, em mongol.

Gobi tem as seguintes dimensões: 1600 km de leste a oeste e 800 km de sul a norte, ocupando uma de área de 1.295.000 em km², mais ou menos o tamanho do estado brasileiro do Pará. A média da temperatura anual é de -2,5 °C a +2,8 °C e os valores extremos chegaram a 38,0 °C e -43 °C em uma região, e 33,9 °C e -47 °C em outra. É o deserto arenoso mais setentrional de todos, e lar de alguns animais raros tais como o camelo-bactriano (de duas corcovas) e o raríssimo cavalo-de-przewalski.

Suas areias foram pela primeira vez percorridas e descritas por um ocidental no ano de 1275, na famosa viagem de Marco Polo junto ao pai e um tio, a Pequim.

Flag-map of Mongolia.svg Ler mais ...